Dissecção de Artérias Cervicocefálicas

Autores

  • S. E. de Melo Souza Neurologistas do Instituto de Neurologia de Goiania
  • C. N. Raffin Neurologistas do Instituto de Neurologia de Goiania

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.1997.v5.8985

Palavras-chave:

Doenças vasculares encefálicas, dissecção

Resumo

Identificação de fatores de risco nas doenças vasculares encefálicas (DVE) tem contribuído na diminuição de sua Incidência. Dois grupos de sintomas foram identificados: o primeiro decorre do fenômeno local e o segundo devido tt alteração na circulação cerebral pela conseqüente isquemla hemorrágica. A principal característica é a dor na região da dissecção e que, geralmente, irradia pelo trajeto distal ate a artéria comprometida. Na casufstica foram avaliados 161 pacientes (135 da artéria carótida Interna e 26 vertebral), 68% exibiram cefaleia com dissecção da artéria carótida interne 069% da artéria vertebral, tendo sido a manifestação inicial de 47%, quando envolve a artéria carótida interna o33% envolvendo a artéria vertebral, Os autores demonstraram os recentes avanços em DVE e suas experiências de diagnóstico e tratamento.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

1997-12-31

Como Citar

Melo Souza, S. E. de, & Raffin, C. N. (1997). Dissecção de Artérias Cervicocefálicas. Revista Neurociências, 5(3), 59–64. https://doi.org/10.34024/rnc.1997.v5.8985

Edição

Seção

Artigos Originais
##plugins.generic.dates.received## 2019-03-01
##plugins.generic.dates.published## 1997-12-31

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Obs .: Este plugin requer que pelo menos um plugin de estatísticas / relatório esteja ativado. Se seus plugins de estatísticas fornecerem mais de uma métrica, selecione também uma métrica principal na página de configurações do site do administrador e / ou nas páginas de configurações do gerente da revista.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.