Os Traumatismos Cranianos Leves e Suas Conseqüências Existenciais

Autores

  • Carlos Alberto Crespo de Souza Mestre e Doutorando em Psiquiatria do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPUB-UFRJ). Diretor de Ensino do Curso de Especialização em Psiquiatria do CEJBFFFFCMPA-RS
  • Paulo Mattos Doutor em Psiquiatria. Professor Adjunto do IPUB-UFRJ. Coordenador do Laboratório de Neuropsicologia do IPUB-UFRJ.

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.1999.v7.8959

Palavras-chave:

Traumatismos cranianos, concussão, psicopatologia, qualidade de vida

Resumo

As conseqüências cognitivas e comportamentais dos traumatismos cranianos leves que se refletem na vida dos individuos são apresentadas e discutidas pelos autores. Sao mostrados diferentes cenários psicopatolegicos resultantes e as dificuldades existenciais presentes em cada um deles. Os autores, ao apresentarem essas dificuldades, procuram evidenciar quanto a ignorância ou desvalorização dessas conseqüências pode prejudicar a qualidade de vida das pessoas que sofreram tais traumatismos cranianos, assim como de seus familiares.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1999-04-30

Como Citar

Souza, C. A. C. de, & Mattos, P. (1999). Os Traumatismos Cranianos Leves e Suas Conseqüências Existenciais. Revista Neurociências, 7(2), 57–64. https://doi.org/10.34024/rnc.1999.v7.8959

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.