Avaliação do equilíbrio estático em deficientes visuais adquiridos

Autores

  • Dayane Nunes de Oliveira Fisioterapeuta pela UEG, Formação no Conceito Neuroevolutivo Bobath, Despertar - Núcleo Educacional e Terapêutico, em Goiânia, Goiás
  • Renata Rezende Barreto Fisioterapeuta Mestre em Fisioterapia pela UNITRI, Docente da UEG - Unidade Eseffego

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2005.v13.8824

Palavras-chave:

Equilíbrio Músculo-esquelético, Postura, Cegueira

Resumo

Objetivos: Verificar se há alteração significativa na manutenção do equilíbrio estático em indivíduos portadores de deficiência visual adquirida (DVA) e se há correlação entre o tempo de perda visual e a oscilação corporal. Métodos: Foram avaliados onze indivíduos portadores de DVA e onze indivíduos com visão normal. As avaliações dos deslocamentos ântero-posterior (A/P) e latero-lateral (L/L) do centro de gravidade corporal na postura bípede estática foram realizadas utilizando uma plataforma de força AMTI modelo OR6. Resultados: Verificou-se que os deficientes visuais apresentam um deslocamento máximo L/L significativamente maior que os indivíduos com visão normal (t=2,397; p=0,026). Porém, no deslocamento A/P não houve diferença significativa entre os grupos (t=0,144; p=0,887). Não se obteve correlação entre o tempo de perda visual e o deslocamento L/L (p=0,971). Contudo, encontrou-se correlação positiva entre o tempo de perda visual e o deslocamento A/P (p=0,041). Conclusão: Há alteração significativa na manutenção do equilíbrio estático corporal em indivíduos portadores de DVA apenas no deslocamento L/ L e existe uma correlação positiva entre o deslocamento A/P e o tempo de perda visual.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Woollacott MH. Controle postural normal. In: Controle motor: teorias e aplicações práticas. São Paulo: Manole, 2003, p153-178.

Karlsson A, Frykberg G. Correlations between force plate measures for assessment of balance. Clin Biomech 2000; 15:365-639.

Nakata M, Yabe K. Automatic postural response systems in individuals with congenital total blindness. Gait and Posture 2001; 14:36-43.

Moreira MMF, Maudonnet OAQ. Equilíbrio: Conceitos Básicos e Mecanismos Visuais no Controle do Equilíbrio. Acta AWHO 1998; 17(2): 66-69.

Navarro AS, Fukujima MM, Fontes SV, Matas SL, Prado GF. Balance and motor coordination are not fully developed in 7-year-old blind children. Arq Neuropsiquiatr 2004;62(3A):654-657.

Brody LT, Hall CM. Exercício Terapêutico na busca da função. 1ª Edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001, p114-118.

Skaggs S, Hopper C. Individuals with visual impairments: a review of psychomotor behavior. Adap Phys Act Quart 1999; 13:16-26.

Stones MJ, Kozma A. Balance and age in the sighted and blind. Arch Phys Med Rehabil 1987; 68:85-89.

Andreotti RA, Teixeira LR. O papel da educação física adaptada no desenvolvimento motor do indivíduo portador de deficiência visual. Rev Bras Saúde 1994; 3:1-4.

Rougier P, Farenc I. Adaptative effects of loss of vision on upright undisturbed stance. Brain Reseach 2000; 871(2):165-174.

Lewald J. Opposing effects of head position on sound localization in blind and sighted human subjects. Eur J Neuroscience 2002; 15(7): 1219-1224.

Barreto RR. Avaliação postural de indivíduos portadores de deficiência visual, através da biofotogrametria computadorizada. [Dissertação Mestrado em Fisioterapia], Uberlândia: UNITRI, 2003.

Moraes JCTB. Instrumentação para análise da biodinâmica do movimento humano. In: Amandio AC. A biodinâmica do movimento humano e suas relações interdisciplinares. São Paulo: Estação Liberdade. Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo, 2000.

Bachega IM, Stump PRNAG. Orientação e Assistência da fisioterapia ao deficiente visual. JBM 1989; 57(2): 36-50.

Riach C, Clair KL. Postural stability measures: what to measure and for how long. Clin Biomech 1996; 11(3): 176-178.

Mayagoitia RE,.Lotters JC, Veltink PH, Hermens H. Standing balance evaluation using a triaxial accelerometer. Gait and Posture 2002; 16: 55-59. Disponível no site: www.elsevier.com/locate/geitpost.

Kejonen P, Kauranen K, Vanharanta H. The relationship between anthropometric factors and body-balancing movements in postural balance.Arch Phys Med Rehabil 2003; 84:17-22.

Braccialli LMP, Baraúna MA, Simprini R. Análise do equilíbrio estático, por meio de fotogrametria computadorizada, em indivíduos deficiente visuais. Rev Bras Fisioter; abstr: 65.

Downloads

Publicado

2005-09-30

Como Citar

Oliveira, D. N. de, & Barreto, R. R. (2005). Avaliação do equilíbrio estático em deficientes visuais adquiridos. Revista Neurociências, 13(3), 122–127. https://doi.org/10.34024/rnc.2005.v13.8824

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)