Reeducação da Postura com a Equoterapia

Autores

  • Michele Marinho da Silveira Fisioterapeuta, Mestranda bolsista Capes do Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano da Universidade de Passo Fundo, Passo FundoRS, Brasil.
  • Lia Mara Wibelinger Fisioterapeuta, Mestre e Doutoranda em Gerontologia Biomédica pela PUC/RS, Docente da Faculdade de Fisioterapia da Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo-RS, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2011.v19.8353

Palavras-chave:

Equoterapia, Postura, Tratamento

Resumo

A Equoterapia emprega técnicas de equitação e atividades equestres que proporcionam ao praticante benefícios físicos, psicológicos, educacionais e sociais exigindo a participação de todo o corpo, contribuindo para o desenvolvimento do equilíbrio, tônus, força muscular, conscientização corporal, alinhamento postural, aperfeiçoamento da coordenação motora, atenção, auto-confiança e auto-estima. Objetivo. verificar os efeitos da Equoterapia na reeducação da postura enfatizando a interação do cavalo usado de forma terapêutica em indivíduos com escoliose e cifose. Método. Neste estudo de revisão de literatura foram utilizados os artigos da base de dados Pubmed, empregandose as seguintes palavras-chave: Hippotherapy and posture. Também, foram usadas monografias, livros de ortopedia, pediatria e Equoterapia, bibliografias do período de 1978 a 2009. Resultados. A Equoterapia como um recurso terapêutico mostrou ser importante para o tratamento das alterações posturais. Conclusão. A detecção precoce desses distúrbios posturais permite aos fisioterapeutas avaliarem objetivamente os prejuízos funcionais e traçar metas para a reeducação da postura, pois o tratamento das alterações posturais com o cavalo oferecerá situações de ortostatismo de tronco, buscando a estimulação mais correta do equilíbrio, a conscientização e correção postural.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Santos RA Aplicação das Técnicas de Equoterapia e os Desvios Posturais Laterais em Crianças de 8 a 12 Anos (Monografia). Novo Hamburgo: Centro Universitário Feevale 2002, 46p.

Freire HBG. Equoterapia Teoria e Técnica: Uma Experiência com Crianças Autistas. São Paulo: Vetor, 1999, 7619p.

Associação Nacional de Equoterapia - ANDE/BRASIL. Fundamentos Básicos sobre Equoterapia. In: Congresso Brasileiro de Equoterapia. Coletânea de Trabalhos. Brasília: ANDE/BRASIL, 1999, p.13-6.

Cailliet R. Escoliose diagnóstico e tratamento. São Paulo: Manole, 1979, p.17-54.

Kisner C, Colby LA. Exercícios terapêuticos: fundamentos e técnicas. 3ª. ed. São Paulo: Manole, 1998, 746p.

Cunningham B. The effect of hippotherapy on functional outcomes for children with disabilities: a pilot study. Pediatr Phys Ther 2009;21:137-8. http://dx.doi.org/10.1097/PEP.0b013e318197a60d

Schwesig R, Neumann S, Richter D, Kauert R, Becker S, Esperer HD, et al. Impact of therapeutic riding on gait and posture regulation. Sportverletz Sportschaden 2009;23:84-94. http://dx.doi.org/10.1055/s-0028-1109465

Tauffkirchen E. Hippotherapy--a supplementary treatment for motion disturbance caused by cerebral palsy. Padiatr Padol 1978;13:405-11.

Murphy D, Kahn-D’Angelo L, Gleason J. The effect of hippotherapy on functional outcomes for children with disabilities: a pilot study. Pediatr Phys Ther 2008;20:264-70. http://dx.doi.org/10.1097/PEP.0b013e31818256cd

Janura M, Peham C, Dvorakova T, Elfmark M. An assessment of the pressure distribution exerted by a rider on the back of a horse during hippotherapy. Hum Mov Sci 2009;28:387-93. http://dx.doi.org/10.1016/j.humov.2009.04.001

Nareklishvili TM. Dynamics of hip joint biomechanics in patients with coxarthrosis at the time of hippotherapy. Georgian Med News 2008;155:26-31.

Hamill D, Washington KA, White OR. The effect of hippotherapy on postural control in sitting for children with cerebral palsy. Phys Occup Ther Pediatr 2007;27:23-42. http://dx.doi.org/10.1080/J006v27n04_03 http://dx.doi.org/10.1300/J006v27n04_03

Snider RK. Tratamento das Doenças do Sistema Musculoesquelético. São Paulo: Manole, 2000, 686p.

Behrman RE, Vaughan VC. Tratado de Pediatria. 13ª. ed. Rio de Janeiro: Guanabara koogan, 2002, 2353p.

Bricot B. Posturologia. 2ª. ed. São Paulo: Ícone, 2001, 270p.

Oliver J. Cuidados com as costas. São Paulo: Manole, 1999, 162p.

Carriel MLS, Gabriel MRS, Petit JD. Fisioterapia em Traumatologia, Ortopedia e Reumatologia. Rio de Janeiro: Revinter, 2001, 402p.

Citterio D. A hipoterapia na recuperação da pessoa portadora de deficiência e as atividades pré-esportivas. In: Congresso Brasileiro de Equoterapia. Anais. São Paulo: ANDE/BRASIL, 1999, p.33-4.

Silveira L. O Cavalo para a Equoterapia. In: Equoterapia: Princípios e fundamentos básicos aplicados à saúde e à educação. Resumos. 11ª. ed., curso básico de Equoterapia. Porto Alegre, junho, 2006.

Silva CH. Equoterapia para cegos: teoria e técnica de atendimento. Campo Grande: UCDB, 2004. 248p.

Engel B. Indicações e Contra indicações para a equoterapia; A Terapia Ocupacional Equestre, Fisioterapia ou Terapia. In: Equoterapia: Princípios e fundamentos básicos aplicados á saúde e á educação. Resumos. 11ª. ed., Curso básico de Equoterapia. Porto Alegre, 2006, s/p.

Garrigue R. A prática de Equoterapia. In: Congresso Brasileiro de Equterapia, Coletânea de Trabalhos. Brasília: ANDE/BRASIL, 1999, p.19-24.

Lima FS. A influência de um programa de hipoterapia na alteração postural de indivíduos com paralisia cerebral. Revista de Equoterapia ANDE/BRASIL: Encontro entre dois Amigos 2005;12:26-30.

Grazziotin P. A Equoterapia como recurso terapêutico nas alterações posturais – (Cifose Dorsal) (Monografia). Porto Alegre: Colégio Brasileiro de Estudos Sistêmicos; 2004, 56p.

Downloads

Publicado

2011-09-30

Como Citar

Silveira, M. M. da, & Wibelinger, L. M. (2011). Reeducação da Postura com a Equoterapia. Revista Neurociências, 19(3), 519–524. https://doi.org/10.34024/rnc.2011.v19.8353

Edição

Seção

Revisão de Literatura

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.