Uso da Acupuntura no Tratamento da Paralisia Facial Periférica

Estudo de Caso

Autores

  • Henrique Caetano de Barros Fisioterapeuta, Especialista em acupuntura, Recife-PE, Brasil.
  • Alcidézio Luíz Sales de Barros Neurologista, Doutor, Livre Docente, Professor Adjunto da Universidade Católica de Pernambuco, Recife-PE, Brasil.
  • Mônica Patrícia Rodrigues do Nascimento Fisioterapeuta, Recife-PE, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2012.v20.8290

Palavras-chave:

Paralisia Facial, Acupuntura Facial, Acupuntura

Resumo

A paralisia facial periférica (PFP) é a neuropatia craniana aguda mais comum entre os pares cranianos, caracterizando-se por uma lesão do nervo facial. Afeta a musculatura mímica da face, como também, a audição, glândulas salivares e lacrimais. O diagnóstico é realizado através de avaliações clínicas e de testes eletrofisiológicos. Vários es­tudos mostram evidências de efeitos benéficos da acupuntura na PFP, entre eles: melhora da contração muscular, da circulação sanguínea e da nutrição tecidual. Objetivo. Este estudo teve por objetivo acom­panhar a evolução de um paciente com paralisia de Bell, submetido ao tratamento com acupuntura. Método. Participou deste estudo, uma voluntária com paralisia de Bell, submetida à anamnese e à clas­sificação na escala de House-Brackmann. Foram realizados os testes de função muscular, antes e após a terapia, como também, um teste eletroneuromiografico, antes do tratamento e repetido após 10 e 20 sessões de acupuntura, para avaliar o estado neurofisiológico do nervo facial. Resultados. A paciente evoluiu do grau V para o grau II na escala de House-Brackmann e de um potencial de ação muscular de 18% para 31%. Conclusões. Foi observado, através dos testes, que uma boa função dos músculos da face, não caracteriza necessariamente uma total integridade do nervo facial.

Unitermos. Paralisia Facial, Acupuntura

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Latorre EIP, Pérez OGR, Undargaraím LO, Pasin NA. Parálisis facial periférica a frígori. Terapia acupuntural. Arch Med Camagüey 2004;8:1-9.

Giner MJ, Alvarez AC. Parálisis facial periférica. Utilidad de la neurofisiología clínica. Rev Neurol 2003;36:991-6.

Preston DC, Shapiro BE. Electromyography and neuromuscular disorders “clinical – electrophysiologic correlations”. Washington Street: Butterworth-Heinemann, 1998, 368p.

Maruska MS, Almeida SM. Avaliação de métodos de tratamento fisioterápicos na paralisia facial periférica aguda (Dissertação). Curitiba: UFPA, 2004, 109p.

Finsterer J. Management of peripheral facial nerve palsy. Eur Arch Otorhinolaryngol 2008;265:743-52. http://dx.doi.org/10.1007/s00405-008-0646-4

Chen X, Li Y, Zheng H, Hu K, Zhang H, Zhao L, et al. A randomized controlled trial of acupuncture and moxibustion to treat Bell’s palsy according to different stages: Design and protocol. Contemp Clin Trials 2009; 30:347-53. http://dx.doi.org/10.1016/j.cct.2009.02.006

Vasconcelos BEC, Dias E, Dantas WRM, Barros ES, Monteiro GQM. Paralisia facial periférica traumática. Rev. Cir. Traumatol. Buco-Maxilo-Fac 2001;1:13-20.

Calais LL, Gomez MVSG, Bento RF, Comerlatti LR. Avaliação funcional da mímica na paralisia facial central por acidente cerebrovascular. Pró-Fono R. Atual Cient 2005; 17:213-22.

Valença MM, Valença LPAA, Lima MCM. Paralisia facial periférica idiopática de Bell – A propósito de 180 pacientes. Arq Neuropsiquiatr 2001;59:733-9.

Garanhani MR, Cardoso JR, Capelli AMG, Ribeiro MC. Physical therapy in peripheral facial paralysis: retrospective study. Rev Bras Otorrinolaringol 2007;73:112-5.

Engström M, Jonsson L, Grindlund M, Stalberg E. Electroneurographic facial muscle pattern in Bell’s palsy. Otolaryngol Head Neck Surg 2000;122:290-7.

Touche R, Escalante K, Linares MT, Mesa J. Efectividad del tratamiento de fisioterapia en la parálisis facial periférica. Revisión sistemática. Rev Neurol 2008;46:714-8.

Qiu WW, Yin SS, Stucker FJ, Hoasjoe DK. Neurophysiological evaluation of acute facial paralysis in children. Int J Pediatr Otorhinolaryngol 1997;39:223-36. http://dx.doi.org/10.1016/S0165-5876(97)01498-5

Chen N, Zhou M, He L, Zhou D, Li N. Acupuncture for Bell’s palsy. Cochrane Database Syst Rev 2010;(8):CD002914.

Yeo SW, Lee DH, Jun BC, Chang KH, Park YS. Analysis of prognostic factors in Bell’s palsy and Ramsay Hunt syndrome. Auris Nasus Larynx 2007;34:159-64. http://dx.doi.org/10.1016/j.anl.2006.09.005

Falavigna A, Teles AR, Giustina AD, Kleber FD. Paralisia de Bell: fisiopatologia e tratamento. Sci Med 2008; 18:177-83.

Scognamillo-szabó MVR, Bechara GH. Acupuntura: bases científicas e aplicações. Cienc. Rural 2001;31:1091-9.

Maslov B, Roje-Bedekovic M, Miskov S, Demarin V. Acupuncture treatment in facial palsy – clinical observations. Acta Clin Croat 2004;43:275-9.

Senna-fernandes V, França D, Cortez CM, Silva G, Pereira F. Acupuntura cinética: tratamento sistemático do aparelho locomotor e neuromuscular da face por acupuntura associada à cinesioterapia. Fisioter Bras 2003; 4:185-94.

Kendall FE, McCreary EK, Provance PG. Músculos: provas e funções. 4ª ed. São Paulo: Manole, 1995, 453p.

Kiziltan ME, Uluduz D, Yaman M, Uzun N. Electrophysiological findings of acute peripheral facial palsy in diabetic and non-diabetic patients. Neurosci Lett 2007;418:222-6. http://dx.doi.org/10.1016/j.neulet.2007.03.028

Robinson LR. Traumatic injury to peripheral nerves. Muscle Nerve 2000; 23:863-73. http://dx.doi.org/10.1002/(SICI)1097-4598(200006)23:6<863::AID-MUS4>3.0.CO;2-0

Downloads

Publicado

2012-03-31

Como Citar

Barros, H. C. de, Barros, A. L. S. de, & Nascimento, M. P. R. do. (2012). Uso da Acupuntura no Tratamento da Paralisia Facial Periférica: Estudo de Caso. Revista Neurociências, 20(2), 246–253. https://doi.org/10.34024/rnc.2012.v20.8290

Edição

Seção

Relato de Caso

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.