Comparação do Desempenho Funcional de Crianças com Paralisia Cerebral Diparéticas e Hemiparéticas

  • Flávia Priscila de Paiva Silva Fisioterapeuta, Especialista em Fisioterapia Neurofuncional pela I.S.C.M.S.P, São Paulo-SP, Brasil.
  • Cleidiane Noronha Mota Gomes Fisioterapeuta, Especialista em Fisioterapia Neurofuncional pela I.S.C.M.S.P e Neuropediatria pela UFSCAR, São Carlos - SP, Brasil.
  • Kelly Vicentina da Cruz Gil Fisioterapeuta, Supervisora do Curso de Especialização em Fisioterapia Neurofuncional da I.S.C.M.S.P, São Paulo -SP, Brasil.
  • Daniela Steluti Padovani Da Matta Fisioterapeuta, Mestre em Distúrbios do Desenvolvimento pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Coordenadora e Supervisora do Curso de Especialização em Fisioterapia Neurofuncional da I.S.C.M.S.P, São Paulo -SP, Brasil
Palavras-chave: Paralisia Cerebral, Desempenho Funcional, Inventário de Avaliação Pediátrica de Incapacidade

Resumo

O desempenho funcional de crianças com Paralisia Cerebral (PC) pode ser influenciado pelo comprometimento sensoriomotor, restri­ções das tarefas e do ambiente. Objetivo. Comparar as habilidades funcionais de crianças com PC diparéticas e hemiparéticas. Méto­do. Realizou-se um estudo transversal observacional envolvendo 34 crianças com diagnóstico clínico de PC espástica divididas em dois grupos: hemiparéticas (n=18) e diparéticas (n=16). As mesmas foram selecionadas no ambulatório de Reabilitação Pediátrica da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (ISCMSP) no período de novembro de 2009 a novembro de 2010. Os dois grupos foram com­parados através dos resultados obtidos na aplicação do Inventário de Avaliação Pediátrica de Incapacidade (PEDI). Resultados. Ao compa­rar os grupos, as crianças hemiparéticas tiveram melhor desempenho em relação às crianças diparéticas apenas na área de mobilidade. Con­clusão. Pôde-se concluir que as crianças hemiparéticas e diparéticas tiveram desempenho funcional semelhante nas áreas de autocuidado e função social. Na área de mobilidade o grupo hemiparético apresen­tou melhor desempenho do que o diparético.

Métricas

Carregando métricas...

Referências

Rosemberg S. Encefalopatias crônicas não evolutivas: paralisia cerebral e deficiência mental. In: Rosemberg S. Neuropediatria. 2 ed. São Paulo: Sarvier; 2010, p.132-137.

Gomes C, Silva JUA, Gil KVC, Lianza S. Paralisia cerebral. In: Lianza S. Medicina de Reabilitação. 4 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2007, p.309-321.

Oliveira MC, Cordani LK. Correlação entre habilidades funcionais referidas pelo cuidador e nível de assistência fornecida a crianças com paralisia cerebral. Temas Desenvolv 2002;10(60):15-20.

Rotta NT. Paralisia cerebral, novas perspectivas terapêuticas. J Pediatr 2002;78:48-54. http://dx.doi.org/10.1590/S0021-75572002000700008

Castro CC, Batistela F, Martini G, Fonseca J, Montesanti L, Oliveira MC. Correlação da função motora e o desempenho funcional nas atividades de auto-cuidado em grupo de crianças portadoras de paralisia cerebral. Med Reabil 2006;25:7-11.

Chagas PSC, Defilipo EC, Lemos RA, Mancini MC, Frônio JS, Carvalho RM. Classificação da função motora e do desempenho funcional de crianças com paralisia cerebral. Rev Bras Fisioter 2008;12(5):409-16. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552008000500011

Mancini MC, Fiúza PM, Rebelo JM, Magalhães LC, Coelho ZAC, Paixão ML, et al. Comparação do desempenho de atividades funcionais em crianças com desenvolvimento normal e crianças com paralisia cerebral. Arq Neuropsiquiatr 2002;60(2-B):446-452. http://dx.doi.org/10.1590/S0004-282X2002000300020

Fonseca JO, Cordani LK, Oliveira MC. Aplicação do inventário de avaliação pediátrica de incapacidade (PEDI) com crianças portadoras de paralisia cerebral tetraparesia espástica. Rev Ter Ocup Univ São Paulo 2005;16(2):67-74.

Brasileiro IC, Moreira TMM. Prevalência de alterações funcionais corpóreas em crianças com paralisia cerebral, Fortaleza, Ceará, 2006. Acta Fisiatr 2008;15:37-41.

Vasconcelos RLM, Moura TL, Campos TF, Lindquist ARR, Guerra RO. Avaliação do desempenho funcional de crianças com paralisia cerebral de acordo com níveis de comprometimento motor. Rev Bras Fisioter 2009;13(5):390-7. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552009005000051

Mancini MC, Alves ACM, Schaper C, Figueiredo EM, Sampaio RF, Coelho ZAC, et al. Gravidade da paralisia cerebral e desempenho funcional. Rev Bras Fisioter 2004;8(3):253-60.

Allegretti ALC, Mancini MC, Schwartzman JS. Estudo do desempenho funcional de crianças com paralisia cerebral diparética espástica utilizando o Pediatric Evaluation of Disability Inventory (PEDI). Temas Desenvolv 2002;11(64):5-11.

Palisano R, Rosenbaum P, Walter S, Russel D, Wood E, Galuppi B. Development and reliability of a system to classify gross motor function in children with cerebral palsy. Dev Med Child Neurol 1997;39(4):214-23. http://dx.doi.org/10.1111/j.1469-8749.1997.tb07414.x

Mancini MC. Inventário de Avaliação Pediátrica de Incapacidade (PEDI): manual da versão brasileira adaptada. Belo Horizonte: UFMG, 2005.

Mancini MC, Megale L, Brandão MB, Melo APP, Sampaio RF. Efeito moderador do risco social na relação entre risco biológico e desempenho funcional infantil. Rev Bras Saude Mater Infant 2004;4(1):25-34. http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292004000100003

Siegel S, Castellan Júnior NJ. Estatística não paramétrica para ciências do comportamento. 2 ed. Porto Alegre: Artmed, 2006, p.134-162.

Levin J, Fox JA. Estatística para ciências humanas. 9ed. São Paulo: Pearson, 2004, p.141-240.

Palácio SG, Ferdinande AKS, Gnoatto FC. Análise do desempenho motor de uma criança com hemiparesia espástica pré e pós-tratamento fisioterapêutico: estudo de caso. Cienc Cuid Saude 2008;7(S1):127-131.

Sirzai H, Erkin G, Çulha C, Ozel S. Measuring functional change in Turkish children with cerebral palsy using the Pediatric Evaluation of Disability Inventoy (PEDI). Turk J Med Sci 2008;38(6):555-60.

Marinho APS, Souza, MAB, Pimentel AM, Desempenho funcional de crianças com paralisia cerebral diparéticas e hemiparéticas. R Ci Med Biol 2008;7(1):57-66.

Lepage C, Noreau L, Bernard PM. Association between characteristics of locomotion and accomplishment of life habits in children with cerebral palsy. Phys Ther 1998;78(5):458-69.

Publicado
2012-12-31
Como Citar
Silva, F. P. de P., Gomes, C. N. M., Gil, K. V. da C., & Matta, D. S. P. D. (2012). Comparação do Desempenho Funcional de Crianças com Paralisia Cerebral Diparéticas e Hemiparéticas. Revista Neurociências, 20(4), 511-516. https://doi.org/10.4181/RNC.2012.20.725.6p
Seção
Artigos Originais