Programa de Fisioterapia Respiratória Para Indivíduos com Síndrome de Down

Autores

  • Dayla i Sgariboldi Fisioterapeuta; Mestranda do Programa de Pós-graduação da Universidade Metodista de Piracicaba – UNIMEP, Piracicaba-SP, Brasil.
  • Patricia Brigatto Fisioterapeuta; Mestranda do Programa de Pós-graduação da Universidade Metodista de Piracicaba – UNIMEP, Piracicaba-SP, Brasil.
  • Fernanda Roseane Furlan Fisioterapeuta; Aluna do Curso de Especialização em Fisioterapia Cardiorrespiratóri
  • Eli Maria Pazzianotto Forti Fisioterapeuta; Doutora, Docente do Curso de Graduação, do Programa de Mestrado em Fisioterapia e Coordenadora do Curso de Especialização em Fisioterapia Cardiorrespiratória da Universidade Metodista de Piracicaba – UNIMEP, Piracicaba-SP, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2013.v21.8143

Palavras-chave:

Síndrome de Down, Hipotonia Muscular, Força Muscular, Exercícios Respiratórios, Fisioterapia

Resumo

Objetivo. Avaliar os benefícios de um Programa de Fisioterapia Res­piratória (PFR) na força muscular respiratória em indivíduos com Síndrome de Down. Método. Trata-se de um estudo intervencionista onde foram avaliados sete voluntários de ambos os gêneros com idade média de 24,57 anos. O PFR foi constituído por exercícios de reedu­cação diafragmática contra resistida e exercícios abdominais durante um mês, três vezes por semana. Para mensuração da força muscular inspiratória e expiratória, antes e após o PFR, utilizou-se o manova­cuômetro para os registros da Pressão Inspiratória Máxima (PIMáx) e Pressão Expiratória Máxima (PEMáx). Para a análise dos dados, utili­zou-se o programa BioEstat 5.3. A normalidade dos dados foi verifi­cada pelo teste de Shapiro-Wilk sendo empregado o teste t de Student para duas amostras relacionadas. O nível de significância adotado foi p <0,05. Resultados. Na comparação entre os valores das pressões respi­ratórias máximas antes e após PFR, pode-se constatar diferença signi­ficativa nas medidas da PIMáx (p=0,0487). Já nas medidas da PEMáx não foram observadas diferenças estatísticas significativas (p=0,3559). Conclusão. O PFR promoveu melhora na força muscular inspiratória em indivíduos com Síndrome de Down.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Geelhoed EA, Bebbington A, Bower C, Deshpande A, Leonard H. Direct health care costs of children and adolescents with Down syndrome. J Pediatr 2011;159(4):541-45. http://dx.doi.org/10.1016/j.jpeds.2011.06.007

Schwartzman JS. Síndrome de Down. 2ª. ed. São Paulo: Mackenzie, 1999, 336p.

Hassold T, Hunt P. To err (meiotically) is human: the genesis of human aneuploidy. Nature Genetics 2001;2:280-91.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). [internet] 2000. [acesso em 12 dez 2012]. Disponível em: http://www.ibge.gov.br

Berg P, Becker T, Martian A, Primrose KD, Wingen J. Motor control outcomes following Nintendo Wii use by a child with Down syndrome. Pediatric Physical Therapy 2012;24(1):78-84. http://dx.doi.org/10.1097/PEP.0b013e31823e05e6

Thomas K, Girdler S, Bourke J, Deshpande A, Bathgate K, et al. Overview of Health Issues in School-aged Children with Down Syndrome. In: Urbano R, C., editor. International Review of Research in Mental Retardation: Academic Press, 2010, p.67-106.

Bloemers BL, Broers CJ, Bont L, Weijerman ME, Gemke RJ, van Furth AM. Increased risk of respiratory tract infections in children with Down syndrome: the consequence of an altered immune system. Microbes Infect 2010;12(11):799-808. http://dx.doi.org/10.1016/j.micinf.2010.05.007

McDowell KMMaC, Daniel I. MD. Pulmonary Complications of Down Syndrome during Childhood. The Journal of Pediatrics 2011;158:319-25. http://dx.doi.org/10.1016/j.jpeds.2010.07.023

Schwartzman MLC. Aspectos do desenvolvimento motor oral e da alimentação. In: Schwartzman JS, organizador. Síndrome de Down. 2ª ed. São Paulo: Memnon/Mackenzie; 2003, p.155-66.

Gimenes RO. A hidroterapia na Síndrome de Down: uma abordagem base- -ada na mecânica dos fluídos. Rev Mundo Saúde 2004;28(4):475-77.

Bittles AH, Bower C, Hussain R, Glasson EJ. The four ages of Down syndrome. Eur J Public Health 2007;17:221-25. http://dx.doi.org/10.1093/eurpub/ckl103

Li C, Chen S, Meng How Y, Zhang AL. Benefits of physical exercise intervention on fitness of individuals with Down syndrome: a systematic review of randomized-controlled trials. Int J Rehabil Res 2013;36(3):187-95. http://dx.doi.org/10.1097/MRR.0b013e3283634e9c

Black LF, Hyatt RE. Maximal respiratory pressures: normal values and relationship to age and sex. Am Rev Respir Dis 1969;99(5):696-702.

Neder JA, Andreoni S, Castelo-Filho A, Nery LE. Reference values for lung function tests. I. Static volumes. Braz J Med Biol Res 1999;32(6):703-17. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-879X1999000600006

Roceto LS, Takara LS, Machado L, Zambon L,Saad IAB. Eficácia da reabilitação pulmonar uma vez na semana em portadores de doença pulmonar obstrutiva crônica. Rev Bras Fisioter 2007;11(6):475-80. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552007000600009

Schuster RC, Rosa LR, Ferreira DG. Efeitos do treinamento muscular respiratório em pacientes portadores de síndrome de Down: Estudo de Casos. Rev Fisioter S Fun Fortaleza 2012;1(1):52-7.

Lewis CL, Fragala-Pinkham MA. Effects of aerobic conditioning and strength training on a child with Down syndrome: a case study. Pediatr Phys Ther 2005;17:30-6. http://dx.doi.org/10.1097/01.PEP.0000154185.55735.A0

Shields N, Taylor NF, Dodd KJ. Effects of a community-based progressive resistance training program on muscle performance and physical function in adults with Down syndrome: a randomized controlled trial. Arch Phys Med Rehabil 2008;89:1215-20. http://dx.doi.org/10.1016/j.apmr.2007.11.056

Florentino Neto J, Fernandes Filho J. Impacto de 12 semanas de treinamento de força sobre a composição corporal de portadores de Síndrome de down. Rev AMRIGS 2009;53:11-5.

Craig AH, Hillman DR. Daytime predictors of sleep hypoventilation in Duchenne muscular dystrophy. Am J Respir Crit Care Med 2000;161:166-70. http://dx.doi.org/10.1164/ajrccm.161.1.9901057

Moreno MA, Silva E, Gonçalves M. O efeito das técnicas de facilitação neuromuscular proprioceptiva - Método Kabat - nas pressões respiratórias máximas. Revista Fisioterapia em Movimento 2005;18(2):53-61.

Martineau LC, Gardiner PF. Insight into skeletal muscle mechanic transduction: MAPK activation is quantitatively related to tension. Journal of Applied Physiology 2001;91:693-702.

Shoepe TC, Stelzer JE, Garner DP. and Widrick JJ. Functional Adaptability of Muscle Fibers to Long-Term Resistance Exercise. Med. Sci. Sports Exerc 2003;35(6):944-51. http://dx.doi.org/10.1249/01.MSS.0000069756.17841.9E

Hoppeler H, Lüthi P, Claassen H, Weibel ER, Howald H. The ultrastructure of the normal human skeletal muscle. A morphometric analysis on untrained men, women and well trained orienteers. Pflügers Arch 1973;344:217-32. http://dx.doi.org/10.1007/BF00588462

Laurent GJ, Sparrow MP, Bates PC, Millward DJ. Turnover of muscle protein in the fowl. Collagen content and turnover in cardiac and skeletal muscles of the adult fowl and the changes during stretch-induced growth. Biomech J 1978;176:419-27.

Kilmer DD, Wright NC, Aitkens S. Impact of a home-based activity and dietary intervention in people with slowly progressive neuromuscular diseases. Arch Phys Med Rehabil 2005;86:2150-156. http://dx.doi.org/10.1016/j.apmr.2005.07.288

Silva NLP, Dessen MA. Crianças com e sem Síndrome de Down: valores e crenças de pais e professores. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília 2007;13(3):429-46. http://dx.doi.org/10.1590/S141365382007000300009

Downloads

Publicado

2013-12-31

Como Citar

Sgariboldi, D. i, Brigatto, P., Furlan, F. R., & Forti, E. M. P. (2013). Programa de Fisioterapia Respiratória Para Indivíduos com Síndrome de Down. Revista Neurociências, 21(4), 525–530. https://doi.org/10.34024/rnc.2013.v21.8143

Edição

Seção

Artigos Originais
##plugins.generic.dates.received## 2019-02-25
##plugins.generic.dates.published## 2013-12-31

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.