Informações Somatossensoriais nos Processos da Prática Mental na Fisioterapia Neurofuncional

estudo de revisão

Autores

  • Lucélia Ferreira Sant’Anna Fisioterapeuta, Especialista em Fisioterapia Neurofuncional na Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.
  • Sergio Guida Fisioterapeuta, Coordenador do Curso de Especialização em Fisioterapia Neurofuncional na Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.
  • Julio Guilherme Silva Fisioterapeuta, Titulação, Professor Adjunto do Departamento de Clínica Médica - Curso de Fisioterapia da Universidade Federal do Rio Janeiro, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2014.v22.8123

Palavras-chave:

Prática Mental, Fisioterapia, Reabilitação

Resumo

Introdução. O objetivo deste estudo foi discutir o papel da infor­mação somatossensorial que maximiza a aprendizagem motora, assim como sua retenção nos treinamentos das tarefas-funções na fisioterapia neurológica utilizando a prática mental como recurso terapêutico nas sequelas no córtex cerebral. Prática mental pode ser definida como simulação mental de uma tarefa visando funcionalidade através dos processos de aprendizagem motora, memória e controle motor. A es­tratégia da técnica inclui a idealização do movimento contribuindo para ativação dos trajetos neuromotores necessários à execução poste­rior do mesmo, pois no córtex somatossensorial existem diversas áreas interagindo para identificar o espaço que almejamos nos movimentar, planejar e executar nossas ações; sendo assim minimizaríamos déficits funcionais corroborando na qualidade de vida daqueles que sofreram uma lesão neurológica passível de recuperação motora. Método. Re­visão de literatura onde foram analisadas referências de livros e artigos dos últimos 10 anos nas bases de dados Medline, Scielo e Lilacs em Português e Inglês. Resultados. Os resultados coletados motrasm que a prática mental pode ser utilizada como recurso complementar na reabilitação. Conclusão. A prática mental mostra-se eficaz quanto à ativação de trajetos neuromotores, mas para sua aplicação na fisiote­rapia neurológica deve-se considerar a localização da lesão sendo fator condicional à terapêutica.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Almeida CS, Valentini NC. Integração de informação e reativação da memória: impacto positivo de uma intervenção cognitivo-motora em bebês. Rev Paul Ped 2010;28:15-22. http://dx.doi.org/10.1590/S010305822010000100004

Lameira AP, Guimarães-Silva S, Ferreira FM, Lima LV, Pereira Jr. A, Gawryszewski LG. Postura da mão e imagética motora: um estudo sobre reconhecimento de partes do corpo. Rev Bras Fisioter 2008;12:379-85. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552008000500007

Van Elk M, Crajé C, Beeren ME, Steenbergen B, Schie HT van, Bekkering H. Neural evidence for compromised motor imagery in right hemiparetic cerebral palsy. Front Neurol 2010;150;1:1-4.

Stecklow MV, Infantosi AFC, Cagy M. Alterações na banda alfa do eletroencefalograma durante imagética motora visual e cinestésica. Arq Neuropsiquiatr 2007;65:1084-8. http://dx.doi.org/10.1590/S0004282X2007000600034

Guillot A, Lebon F, Rouffet D, Champely S, Doyon J, Collet C. Muscular responses during motor imagery as a function of muscle contraction types.

Inter J Psychophysiol 2007; 66: 18-27. http://dx.doi.org/10.1016/j.ijpsycho.2007.05.009

Schuster C, Hilfiker R, Amft O, Scheidhauer A, Andrews B, Butler J, et al. Best practice for motor imagery: A systematic literature review on motor imagery training elements in five different disciplines. BMC Med 2011;9:75. http://dx.doi.org/10.1186/1741-7015-9-75

Kühn A, Doyle L, Pogosyan A, Yarrow K, Kupsch A, Schneider GH, et al. Modulation of beta oscillation in the subthalamic area during motor imagery in Parkinson’s disease. Brain 2006;129:695-706. http://dx.doi.org/10.1093/brain/awh715

Rodrigues EC, Imbiriba LA, Leite GR, Magalhães J, Volchan E, Vargas CD. Efeito da estratégia da simulação mental sobre o controle postural. Rev Bras Psiquiatr 2003;25(Supl II): 33-5.

Stecklow MV. Imagética motora em tarefa complexa: análise da banda alfa do eletroencefalograma. (Dissertação). Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2006, 85p.

Trevisan CM, Trintinaglia V. Efeito das terapias associadas de imagem motora e de movimento induzido por restrição na hemiparesia crônica: Estudo de caso. Fisioter Pes 2010;17:1809-2950.

Fonseca FS, Siqueira MB, Bruzi AT, Fialho JV, Ugrinowitsch H, Benda RN. Demonstração e prática mental na aquisição de habilidades motoras. Rev Desp Saúde Fund Tec Cient Desp2008;4:61-6.

Azevedo PA, Nunes RA, Jakubovic BKM, Mourão JG, Silva ALS. A influência da imagética motora na performance esportiva de atletas de futsal. Rev Dig - Buenos Aires 2010;14(140): 77-85.

Guillot A, Genevois C, Desliens S, Saieb S, Rogowski I. Motor imagery and “placebo-racket effects” in tennis serve performance. Psychol Spor Exer 2012;13:533-40. http://dx.doi.org/10.1016/j.psychsport.2012.03.002

Azevedo PA, Nunes RA, Jakubovic BKM, Corrêa JB, Mourão JG, Silva ALS, et al. Efeito da imagética visual sobre a onda alfa em imagéticos visuais e cinestésicos. Rev Fisioter Bras 2010;11:99-102.

McCormick AS, Causer J, Holmes PS. Eye gaze metrics reflect a shared motor representation for action observation and movement imagery. Brain Cog 2012;80:83-8. http://dx.doi.org/10.1016/j.bandc.2012.04.010

Stenekes MV, Geertzen JHB, Nicolai JP, Jong BM, Mulder T. Effects of motor imagery on hand function during immobilization after flexor tendon repair. Arq Phys Med Rehab 2009;90:553-9. http://dx.doi.org/10.1016/j.apmr.2008.10.029

Cabral AS, Narumia LC, Teixeira LA. Facilitação do planejamento e da aprendizagem por meio da prática mental na paralisia cerebral. Rev Neurocienc 2010;18:150-5.

Szameitat AJ, Shen S, Conforto A, Steer RA. Cortical activation during executed, imagined, observed and passive wrist movements in healthy volunteers and stroke patients. Neuroimage 2012;62:266-80. http://dx.doi.org/10.1016/j.neuroimage.2012.05.009

Guagliardi Jr MR, Pontes RS. Capacidade imaginativa e equilíbrio. Efeitos da imagética motora na melhora do equilíbrio em crianças praticantes de ginástica olímpica. Rev Dig – Buenos Aires 2011;15(153):1.

Dias UM, Silva SB. A imagem motora como recurso complementar na reabilitação de pacientes com AVC: Uma revisão de literatura. Rev Cient Uni 2009;2:80-4.

Morganti F, Gaggioli A, Castelnuovo G, Bulla D, Vettorello M, Giuseppe RG. The Use of Technology-Supported Mental Imagery in Neurological Rehabilitation: A Research Protocol. Rev Cyber Psychol Beh 2003;6:421-7. http://dx.doi.org/10.1089/109493103322278817

Schuster C, Butler J, Andrews B, Kischka U, Ettlin T. Comparison of embedded and added motor imagery training in patients after stroke: results of controlled pilot trial. Biomed Central 2012;13:11.

Doussolin A, Rehbein L. Motor imagery as tool for skill training in children. Rev Psicomotric 2011;7:37-43.

Andrade TG, Asa SKP. Prática mental para pacientes com sequelas motoras pós acidente vascular cerebral. Rev Neurocienc 2011;19:542-50.

Eerdt TJB, Dawes H, Sackley C, Izadi H, Wade DT. Anintegrated motor imagery program to improve functional task performance in neurorehabilitation: A single-blind randomized controlled trial. Arc Phys Med Rehab 2010; 91:939-46. http://dx.doi.org/10.1016/j.apmr.2010.03.008

Lent R. Cem bilhões de neurônios: Conceitos fundamentais de neurociência. 2ªedição. São Paulo: Ed. Atheneu, 2010, p.229-63.

Guyton AC, Hall JE. Tratado de Fisiologia Médica. 11ª edição. Rio de Janeiro: Ed. Elsevier, 2006, p.572-83.

Siqueira MV. Aprendizado motor em crianças: comparação entre 06 e 10 anos. (Dissertação). São Paulo: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, 2007, 87p.

Souza DE, França FR, Campos TF. Teste de labirinto: instrumento de análise na aquisição de uma habilidade motora. Rev Bras Fisioter 2006;10:355-60. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552006000300016

Cardeal CM. O efeito da estimulação psicomotora nos processos cognitivos: memória de trabalho e atenção seletiva. (Dissertação). Brasília: Universidade Católica de Brasília, 2007,103p.

Oliveira CEN, Salina ME, Annunciato NF. Fatores ambientais que influenciam a plasticidade do SNC: Artigo de revisão. Acta Fisiátr 2001;8:6-13. http://dx.doi.org/10.5935/0104-7795.20010001

Borella MP, Sacchelli T. Os efeitos da prática de atividades motoras sobre a neuroplasticidade. Rev Neurocienc 2009;17:161-9.

Lameira AP, Gawryszewski LG; Pereira Jr A. Neurônios espelho. Rev Psicol USP 2006;17:123-33.

Downloads

Publicado

2014-03-31

Como Citar

Sant’Anna, L. F., Guida, S., & Silva, J. G. (2014). Informações Somatossensoriais nos Processos da Prática Mental na Fisioterapia Neurofuncional: estudo de revisão. Revista Neurociências, 22(1), 95–101. https://doi.org/10.34024/rnc.2014.v22.8123

Edição

Seção

Revisão de Literatura

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)