Eficácia dos exercícios com bola suíça aplicados previamente à radioterapia para câncer mama

  • Karina Oliveira Prado Mariano Fisioterapeuta, Discente do curso de especialização de Fisioterapia em oncologia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - Campus Poços de Caldas, Poços de Caldas-MG, Brasil.
  • Maria de Fátima Pinheiro Pessanha Diniz Fisioterapeuta, Discente do curso de especialização de Fisioterapia em oncologia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - Campus Poços de Caldas, Poços de Caldas-MG, Brasil.
  • Adriana Teresa Silva Fisioterapeuta, Mestre, Docente do curso de Fisioterapia da Unifal (Universidade Federal de Alfenas), Alfenas-MG, Brasil.
  • João Herivelton Campos Silva Médico Radio-oncologista da Clinica Memorial de Radioterapia Ltda, Poços de Caldas-MG,Brasil.
  • Luciana Auxiliadora de Paula Vasconcelos Fisioterapeuta, Docente do curso de Fisioterapia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - Campus Poços de Caldas. Poços de Caldas-MG, Brasil.
  • Marcelo Branco Fisioterapeuta, Docente do curso de Fisioterapia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - Campus Poços de Caldas. Poços de Caldas-MG, Brasil.
Palavras-chave: Neoplasias da Mama, Radioterapia, Fisioterapia, Qualidade de Vida

Resumo

 Objetivo. Verificar a eficácia dos exercícios com bola suíça aplicados previamente à radioterapia para câncer de mama. Método. Estudo clínico, randomizado, controlado, paralelo e cego. Participaram 13 mulheres com idade de 45 a 67 anos que fizeram a primeira cirurgia por carcinoma invasivo de mama unilateral e as que tinham indica­ção para o tratamento radioterápico. Foram divididas em dois grupos: controle, que recebeu apenas um folheto explicativo sobre a radiote­rapia (GC=7) e tratado, que recebeu um folheto explicativo sobre a radioterapia mais tratamento com exercícios na bola suíça (GT=6). Foram avaliadas pelos questionários, FACT-B, escala DASH e o In­ventário de Depressão de Beck. Os pacientes receberam 20 sessões de fisioterapia no qual foram realizados exercícios ativos livres para membros superiores utilizando a bola suíça, previamente a radiote­rapia, por 30 minutos. A análise estatística foi realizada por meio de Teste t pareado e não pareado. Resultados. Houve diferença no BDI na comparação intragrupos (p=0,02) e intergrupo GT (p=0,01), no FACT-B, no intergrupo GT (p=0,05). Na DASH ambos os grupos tiveram melhora quantitativa no final da avaliação, embora não sig­nificativa. Conclusão. Concluiu-se que a realização de exercícios com bola suíça previamente a radioterapia promoveu benefícios psicológi­cos e na qualidade de vida.

Métricas

Carregando métricas...

Referências

Estimativa 2014: incidência de câncer no Brasil (Endereço na Internet). Rio de Janeiro: Inca Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Disponível em http://www.inca.gov.br.

Bergmann A, Mattos IE, Koifman RJ, Koifman S. Morbidade após o tratamento para câncer de mama. Rev Fisiot Bras 2000;1:101-8.

Lymphedema: prevalence, risk factors and management (Endereço na Internet). Sydney: Breast Cancer Centre (NBCC). Disponível em: http://www.nbcc.org.au.

Marta GN, Hanna AS, Martella E, Silva JLF. Radioterapia e reconstrução mamária após cirurgia para tratamento do câncer de mama. Rev Assoc Med Bras 2011;57:132-3. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302011000200006

McQuestion M. Evidence-based skin care management in radiation therapy. Semin Oncol Nurs 2006;22:163-73. http://dx.doi.org/10.1016/j.soncn.2006.04.004

Pires AMT, Segreto RA, Segreto HRC. RTOG criteria to evaluate acute skin reaction and its risk factors in patients with breast cancer submitted to radiotherapy. Rev Lat Am Enferm 2008;16:844-9. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692008000500008

Hwang JH, Chang HJ, Shim YH, Park WH, Park W, Huh SJ, et al. Effects of supervised exercise therapy in patients receiving radiotherapy for breast cancer. Yonsei Med J 2008;49:443-50. http://dx.doi.org/10.3349/ymj.2008.49.3.443

Ferreira PCA, Neves NM, Correa RD, Barbosa SD, Paim C, Gomes NF, et al. Educação e assistência fisioterapêutica às pacientes pós-cirurgia do câncer de mama. In: Anais do 8° Encontro de Extensão da UFMG, 2005, p.3-8.

Carrière B. Bola Suíça: teoria, exercícios básicos e aplicação clínica. São Paulo: Manole, 1999, 383p.

Lehman GJ, Gordon T, Langley J, Pemrose P, Tregaskis S. Replacing a Swiss ball for an exercise bench causes variable changes in trunk muscle activity during upper limb strength exercises. Dyn Med 2005;4:1-7. http://dx.doi.org/10.1186/1476-5918-4-6

Rezende LF, Beletti PO, Franco RL, Moraes SS, Gurgel MSC. Exercícios livres versus direcionados nas complicações pós-operatórias de câncer de mama. Rev Assoc Med Bras 2006;52:37-42. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302006000100020

Beck AT, Ward CH, Mendelson M, Mock J, Erbaugh G. An Inventory for Measuring Depression. Arch Gen Psychiatry 1961;4:53-63. http://dx.doi.org/10.1001/archpsyc.1961.01710120031004

Gorenstein C, Andrade LHSG. Inventario de depressão de Beck: propriedades psicrométricas da versão em português. Rev Psiquiatr 1998;25:245-50.

Penley JA, Wiebe JS, Nwosu A. Psychometric properties of the Spanish Beck depression inventory – II in a medical sample. Psychol Assess 2003;15:569-77. http://dx.doi.org/10.1037/1040-3590.15.4.569

Beaton DE, Wright J, Katz JN. The upper extremity collaborative group. Development of the quickdash; comparison of three item-reduction approaches. J Bone Joint Surg 2005;87:1038-46. http://dx.doi.org/10.2106/JBJS.D.02060

Cella DF, Tulsky DS, Gray G, Sarafian B, Linn E, Bonomi A, et al. The Functional Assessment of Cancer Therapy (FACT) Scale: Development and validation of the general measure. J Clin Oncol 1993;11:570-9.

Cunha JA. Manual da versão em português das Escalas Beck. Casa do Psicólogo, São Paulo, 2001.

Orfale AG, Araújo PMP, Ferraz MB, Natour J. Translation into Brazilian Portuguese, cultural adaptation and evaluation of the reliability of the disabilities of the arm, shoulder and hand questionnaire. Braz J Med Biol Res 2005;38:293-302. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-879X2005000200018

Brady MJ, Cella DF, Mo F, Bonomi AE, Tulsky DS, Lloyd SR, et al. Reliability and validity of the Functional Assessment of Cancer Therapy-Breast (FACT-B) quality of life instrument. J Clin Oncol 1997;15:974-86.

Oliveira MMF, Souza GA, Miranda MS, Okubo MA, Amaral MTP, Silva MPP, et al. Exercícios para membros superiores durante radioterapia para câncer de mama e qualidade de vida. Rev Bras Ginecol Obstet 2010;32:133-8. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032010000300006

Mutrie N, Campbell AM, Whyte F, McConnachie A, Emslie C, Lee L, et al. Benefits of supervised group exercise programme for women being treated for early stage breast cancer: pragmatic randomised controlled trial. BMJ 2007;334:517-20. http://dx.doi.org/10.1136/bmj.39094.648553.AE

Mette CL, Peer C, IB H. The effect of physiotherapy on shoulder function in patients surgically treated for breast cancer: A randomized study. Acta Oncol 2005;44:449-57. http://dx.doi.org/10.1080/02841860510029905

Na YM, Lee JS, Park JS, Kang SW, Lee HD, Koo JY. Early rehabilitation program in postmastectomy patients: a prospective clinical trial. Yonsei Med J 1999;40:1-8. http://dx.doi.org/10.3349/ymj.1999.40.1.1

Bergamasco RB, Angelo M. O sofrimento de descobrir-se com câncer de mama: como o diagnóstico é experienciado pela mulher. Rev Bras Cancerol 2001;47:277-82.

Almeida AM, Mamede MV, Panobianco MS, Prado MAS, Clapis MJ. Construindo o significado da recorrência da doença: a experiência de mulheres com câncer de mama. Rev Lat Am Enferm 2001;9:63-9. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692001000500010

Rossi L, Santos MA. Repercussões psicológicas do adoecimento e tra- FACT

Publicado
2015-03-31
Como Citar
Mariano, K. O. P., Diniz, M. de F. P. P., Silva, A. T., Silva, J. H. C., Vasconcelos, L. A. de P., & Branco, M. (2015). Eficácia dos exercícios com bola suíça aplicados previamente à radioterapia para câncer mama. Revista Neurociências, 23(1), 55-61. https://doi.org/10.34024/rnc.2015.v23.8045
Seção
Artigos Originais