Fisioterapia no tratamento do controle de tronco e equilíbrio de pacientes pós AVC

  • Fabíola Lindemann Ferla Acadêmica de Fisioterapia do Centro Universitário Univates, Lajeado-RS, Brasil.
  • Magali Grav Fisioterapeuta, Doutora, Professora dos Cursos de Fisioterapia e Educação Física do Centro Universitário Univates, Lajeado-RS, Brasil.
  • Eduardo Perico Biólogo, Doutor, Programa de pós-graduação em Ambiente e Desenvolvimento, Centro Universitário Univates, Lajeado-RS, Brasil.
Palavras-chave: Acidente Vascular Cerebral, Hemiplegi, Equilíbrio, Fisioterapia

Resumo

Introdução. O Acidente Vascular Cerebral (AVC) é um importante distúrbio circulatório, que apresenta como principal manifestação a hemiplegia, trazendo consigo também espasticidade, desalinhamen­to corporal, distúrbios no equilíbrio, perda de força muscular, e, por consequência, diminuição na autonomia e qualidade de vida. Obje­tivos. Verificar o grau de alteração do equilíbrio estático, dinâmico, e de comprometimento do tronco em pacientes pós AVC divididos em dois grupos: um que realizou protocolo de atendimento fisiote­rapêutico específico e outro que permaneceu em seus atendimentos fisioterapêuticos de rotina, sem seguir o protocolo do grupo inter­venção. Método. Pesquisa quantitativa, exploratória, de intervenção, experimental e descritiva. Fizeram parte do estudo seis pacientes ava­liados através da Escala de Deficiências de Tronco (EDT) e Escala de Equilíbrio de Berg (EEB) e, posteriormente, divididos em grupo intervenção (GI) e grupo controle (GC). Resultados. Os pacientes que fizeram parte do GI obtiveram aumento na pontuação de ambas as escalas na avaliação final, mas, por ser uma amostra pequena, os resultados não foram estatisticamente significativos. Conclusão. Um protocolo específico para trabalhar controle de tronco e equilíbrio é de extrema importância para pacientes pós AVC, pois facilita a realização de atividades da vida diária e promove melhora na marcha, evitando o risco de quedas.

Métricas

Carregando métricas...

Referências

Piassaroli CAP, Almeida GC, Luvizotto JC, Suzan ABBM. Modelos de reabilitação fisioterápica em pacientes adultos com sequelas de AVC isquêmico. Rev Neurocienc 2012;20:128-37.

Pompeu SMAA, Pompeu JE, Rosa M. Silva MR. Correlações entre função motora, equilíbrio e força respiratória pós acidente vascular cerebral. Rev Neu¬rocienc 2011;19:614-20.

Umphred D, Meirelles MFP. Reabilitação neurológica: prática. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2007, 262p.

Trindade APNT, Barboza MA, Oliveira FB, Borges APO. Influência da simetria e transferência de peso nos aspectos motores após Acidente Vascular Cerebral. Rev Neurocienc 2011;19:61-7.

Assis RD. Condutas práticas em fisioterapia neurológica. Barueri: Manole, 2012, 626p.

Cury JL, Pinheiro AR, Brunetto AF. Modificações da dinâmica respiratória em indivíduos com hemiparesia pós-acidente vascular encefálico. ASSOBRAFIR Cienc 2009;55-68.

Davies PM. Exatamente no centro: atividade seletiva do tronco no tratamento da hemiplegia no adulto. Barueri: Manole, 1996, 284p.

Kim TJ, Seo KM, Kim DK, Kang SH. The relationship between initial trunk performances and functional prognosis in patients with stroke. Ann Rehabil Med 2015;39:66-73. http://dx.doi.org/10.5535/arm.2015.39.1.66

Meneghetti CHZ, Delgado GM, Pinto FD, Canonici AP, Gaino MRC. Equilíbrio em indivíduos com acidente vascular encefálico: clínica escola de fisioterapia da Uniararas. Rev Neurocienc 2009;17:14-8.

Castellassi CS, Ribeiro EAF, Fonseca VC, Beinotti F, Oberg TD, Lima NMFV. Confiabilidade da versão brasileira da escala de deficiências de tronco em hemiparéticos. Rev Fisioter Mov 2009;22:189-99.

Sena CG, Saes MO, Brod M, Pitzer Neto VE. Eficácia do tratamento fisioterápico para o controle de tronco em indivíduos acometidos pelo acidente vascular encefálico. Rev Insp Mov Saúde 2013;5:16-9.

Lee JS, Lee HG. Effects of sling exercise therapy on trunk muscle activation and balance in chronic hemiplegic patients. J Phys Ther Sci 2014;26:655-9. pilot study. Rev Neurol Sci 2008;29:313-9. http://dx.doi.org/10.1589/jpts.26.655

Karthikbabu S, Nayak A, Vijayakumar K, Misri ZK, Suresh BV, Ganesan S, et al. Comparison of physio ball and plinth trunk exercises regimens on trunk control and functional balance in patients with acute stroke: a pilot randomized controlled trial. Clin Rehabil 2011;25:709-19. http://dx.doi.org/10.1177/0269215510397393

Scalzo PL, Zambaldi PA, Rosa DA, Souza DS, Ramos TX, Magalhães V. Efeito de um treinamento específico de equilíbrio em hemiplégicos crônicos. Rev Neurocienc 2011;19:90-7.

Smania N, Picelli A, Gandolfi M, Fiaschi A, Tinazzi M. Rehabilitation of sensorimotor integration deficits in balance impairment of patients with stroke hemiparesis: a before/after pilot study. Rev Neurol Sci 2008;29:313-9. http://dx.doi.org/10.1007/s10072-008-0988-0

Publicado
2015-06-30
Como Citar
Ferla, F. L., Grav, M., & Perico, E. (2015). Fisioterapia no tratamento do controle de tronco e equilíbrio de pacientes pós AVC. Revista Neurociências, 23(2), 211-217. https://doi.org/10.34024/rnc.2015.v23.8028
Seção
Artigos Originais