Instrumento para admissão em uma Unidade de Acidente Vascular Cerebral

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2023.v31.14823

Palavras-chave:

Acidente Vascular Cerebral (AVC), Cuidados de Enfermagem, Processo de Enfermagem, Educação em saúde, Coleta de dados, Lista de checagem

Resumo

Introdução. No âmbito da enfermagem, a propedêutica neurológica visa contribuir na identificação de déficits e intervenções concludentes, possibilitando um desfecho favorável ao paciente. Os checklists são recomendados para subsidiar uma assistência segura e podem incorporar a primeira etapa do processo de enfermagem. Objetivo. Elaborar um checklist para auxiliar a admissão do paciente em uma Unidade de Acidente Vascular Cerebral (AVC) para cuidados integrais, em um hospital público da região Sul do Brasil. Método. Pesquisa descritiva de natureza quali-quantitativa, iniciada com um questionário estruturado composto por 36 itens, avaliados através da escala Likert e posteriormente validados em grupo focal. A análise de conteúdo foi realizada para os dados qualitativos e aos dados quantitativos foi utilizado estatística descritiva, com cálculo de frequência absoluta, percentual e o cálculo do Índice de Validade de Conteúdo, considerado válido os itens que atingiram score total igual ou superior a 100%. Os dados foram tabulados e analisados por meio do software estatístico Statistical Package for Social Science versão 20.0 for Windows (IBM SPSS). Resultados. Dentre os 36 itens avaliados, apenas 7 foram discutidos no grupo focal, elencando-se em categorias da análise temática. Conclusão. O checklist definido pelos participantes traz elementos importantes para a assistência de enfermagem e com aplicação que pode facilitar o processo de trabalho em uma unidade de AVC, qualificando o cuidado. Todavia, requer que os serviços estejam estruturados e dimensionados para aplicação.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Organização Mundial da Saúde. O Manual STEPS de Acidentes Vascular Cerebrais da OMS: enfoque passo a passo para a vigilância de acidentes vascular cerebrais/doenças não-transmissíveis e saúde mental. Genebra; 2005. https://www.paho.org/hq/dmdocuments/2009/manualpo.pdf

Sociedade Brasileira de AVC. Números do AVC no Brasil e no Mundo. Brasil, 2023 (acessado em 14/01/2023). Disponível em:

https://avc.org.br/sobre-a-sbavc/numeros-do-avc-no-brasil-e-no-mundo/

Brasil. Ministério da Saúde. Portaria nº. 665, de 12 de abril de 2012. Dispõe sobre os critérios de habilitação dos estabelecimentos hospitalares como Centro de Atendimento de Urgência aos Pacientes com Acidente Vascular Cerebral (AVC), no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), institui o respectivo incentivo financeiro e aprova a Linha de Cuidados em AVC. Brasília, 2012 (acessado em: 02/11/2021). Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2012/PR

T0665_12_04_2012.html

Linha de cuidados do acidente vascular cerebral - Rede de urgência e emergência. Secretaria da Saúde. Joinville – SC, 2021. http://abavc.org.br/wp-content/uploads/2021/06/Linha_de_Cuidado_do_AVC.pdf

Linha de Cuidados em Acidente Vascular Cerebral (AVC) no adulto. Brasília: Ministério da Saúde, 2019 (acessado em: 02/02/2022). Disponível em: https://linhasdecuidado.saude.gov.br/portal/acidente-vascular-cerebral-(AVC)-no-adulto/

Casafus KCU, Dell'Acqua MCQ, Bocchi SCM. Entre o êxito e a frustração com a sistematização da assistência de enfermagem. Esc Anna Nery 2013;17:313-21. https://doi.org/10.1590/S1414-81452013000200016

Neves RS. Sistematização da assistência de enfermagem em unidade de reabilitação segundo o modelo conceitual de horta. Rev Bras Enferm 2006;59:556-9. https://doi.org/10.1590/S0034-71672006000400016

Horta WA. Processo de enfermagem. São Paulo: EPU; 1979.

Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). Guia de recomendações para registro de enfermagem no prontuário do paciente e outros documentos de enfermagem. - versão web [Internet]. Brasília: Cofen; 2016. http://www.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2016/08/Guia-de-Recomenda%C3%A7%C3%B5es-CTLN-Vers%C3%A3o-Web.pdf

Silva VAD, Mota RS, Oliveira LS, Jesus ND, Carvalho CMD, Magalhães LGDS. Auditoria da qualidade dos registros de Enfermagem em prontuários em um hospital universitário. Enferm foco 2019;10:28-33. https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n3.2064

Moro CHC, Diegoli H, Fernandes LP, Magalhães PSC, Rocha ETR, Liberato RB, et al. Fórum regional do AVC. Associação Brasil AVC, 2017.

http://abavc.org.br/wp-content/uploads/2019/06/caderno_v7.pdf

Silva AT, Alves MG, Sanches RS, Terra FS, Resck ZMR. Assistência de enfermagem e o enfoque da segurança do paciente no cenário brasileiro. Saúde debate 2016;40:292-301. https://doi.org/10.1590/0103-1104201611123

Minayo MCS. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 13a. ed. Petrópolis: Vozes; 1999.

Flick U. Introdução à pesquisa qualitativa. 3a. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

Diegoli H, Magalhães PSC, Martins SCO, Moro CHC, França PHC, Safanelli J, et al. Decrease in Hospital Admissions for Transient Ischemic Attack, Mild, and Moderate Stroke During the COVID-19 Era. Stroke 2020;51:2315-21. https://doi.org/10.1161/STROKEAHA.120.030481

Manual de rotinas para atenção ao AVC. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. 54p. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_rotinas_para_atencao_avc.pdf

Diretrizes de atenção à reabilitação da pessoa com acidente vascular cerebral. Brasília: Ministério da Saúde, 2013 (acessado em: 05/03/2022). Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/s/saude-da-pessoa-com-deficiencia/publicacoes/diretrizes-de-atencao-a-reabilitacao-da-pessoa-com-acidente-vascular-cerebral.pdf/view

Caneda MAG, Fernandes JG, Almeida AG, Mugnol FE. Confiabilidade de escalas de comprometimento neurológico em pacientes com acidente vascular cerebral. Arq Neuropsiquiatr 2006;64:690-7. https://doi.org/10.1590/S0004-282X2006000400034

Ministério da Saúde. Resolução nº 510, de 07 de abril de 2016. Dispõe sobre pesquisa envolvendo seres humanos e dá outras providências. https://conselho.saude.gov.br/resolucoes/2016/Reso510.pdf

Ressel LB, Beck CLC, Gualda DMR, Hoffmann IC, Silva RM, Sehnem GD. O uso do grupo focal em pesquisa qualitativa. Texto contexto enferm 2008;17:690-7. https://doi.org/10.1590/S0104-07072008000400021

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 13a. ed. São Paulo: Hucitec, 2013.

Jaqueline LJ, Carlos PN. Acidente vascular encefálico: Trombectomia mecânica ou trombólise química. Rev Med Fam Saúde Mental 2019;1:66-78. https://www.unifeso.edu.br/revista/index.php/medicinafamiliasaudemental/article/view/1575/627

Rolim CLRC, Martins M. O uso de tomografia computadorizada nas internações por Acidente Vascular Cerebral no Sistema Único de Saúde no Brasil. Rev Bras Epidemiol 2012;15:179-87. https://doi.org/10.1590/S1415-790X2012000100016

Koizumi MS, Diccini S. Enfermagem em neurociência: fundamentos para a Prática clínica. São Paulo: Atheneu; 2006.

Olino L, Gonçalves AC, Strada JKR, Vieira LB, Machado MLP, Molina KL, et al. Comunicação efetiva para a segurança do paciente: nota de transferência e Modified Early Warning Score. Rev Gaúcha Enferm 2019;40(esp):e20180341. https://doi.org/10.1590/1983-1447.2019.20180341

Silva R, Ribeiro A, Marinho C, Carvalho I, Ribeiro R. Elaboração de um instrumento para coleta de dados de paciente crítico: histórico de enfermagem. Rev Enferm UERJ 2012;20:267-73. https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/1552/2870

Sousa BVN, Lima CFM, Félix NDC, Souza FO. Benefícios e limitações da sistematização da assistência de enfermagem na gestão em saúde. J Nurs Health 2020;10:e20102001. https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/enfermagem/article/view/15083/11183

Manteufel HMS, Mendes LS, Sancanari LGR. Assistência de enfermagem e humanização em paciente no pós AVC. RSM 2020;5:55-61. http://revistas.famp.edu.br/revistasaudemultidisciplinar/article/view/68

Martins de Oliveira JH, Costa Cabanha MW, Oliveira Pereira T, Anjolin Lescano F, Brandão Lopes EF, Szulczewski Antunes da Silva L, et al. Assistência de enfermagem ao paciente vítima de acidente vascular cerebral. PECIBES 2020;5:44. https://trilhasdahistoria.ufms.br/index.php/pecibes/article/view

/10311

Downloads

Publicado

2023-08-16

Edição

Seção

Artigos Originais
Recebido: 2023-02-09
Aceito: 2023-07-25
Publicado: 2023-08-16

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.