Autopercepção de queixas de memória e de qualidade do sono em universitários

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2022.v30.14241

Palavras-chave:

Sono, Memória, Estudantes, Educação Superior, neurociencia

Resumo

Introdução. Para um bom funcionamento dos processos de memória é indispensável que o indivíduo tenha uma boa qualidade de sono. Com isso, uma má qualidade de sono pode impactar na memória dos estudantes universitários. Objetivo. Verificar a associação entre a autopercepção da qualidade do sono e das queixas de memória em jovens universitários. Método. Trata-se de um estudo de campo transversal, de caráter analítico, com abordagem quantitativa. A população do estudo foi composta por meio de uma amostra de 519 estudantes, selecionados por conveniência, não-probabilística, com média de idade de 22,9±5,5, sendo 408 mulheres 111 homens. Para a coleta dos dados, foram utilizados: o questionário de Memória Prospectiva e Retrospectiva para analisar as queixas de falha de memória; um questionário, elaborado pelos pesquisadores, para identificar as queixas de memória relacionadas ao ambiente acadêmico; e o Índice de qualidade do Sono de Pittsburg para verificar a qualidade do sono. Os dados foram analisados estatisticamente, de forma descritiva e inferencial, por meio do teste Qui-Quadrado, com p<5%. Resultados. Foi possível observar que os estudantes declaram ter uma boa qualidade do sono. Verificou-se que os estudantes que referem uma pior qualidade do sono sinalizaram uma maior frequência nas queixas de memória. Os participantes que acreditam que a rotina universitária provoca um aumento nas falhas de memória afirmaram ter uma qualidade do sono muito ruim. Conclusão. Há associação entre qualidade do sono e queixas de memória. Os discentes que referem uma pior qualidade do sono apresentam maior frequência nas queixas de memória.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Lent R. Cem Bilhões de Neurônios Conceitos Fundamentais de Neurociências. 2a Edição. São Paulo: Atheneu; 2010; 786 p.

Luria AR. Fundamentos de Neuropsicologia. São Paulo: EDUSP; 1981.

Mourão CA, Faria NC. Memória. Psicol Reflexão e Crítica 2015;28:780-8. https://doi.org/10.1590/1678-7153.201528416

Ackermann S, Rasch B. Differential effects of non-REM and REM sleep on memory consolidation? Curr Neurol Neurosci Rep 2014;14:430. https://doi.org/10.1007/s11910-013-0430-8

Martella D, Casagrande M, Lupiáñez J. Alerting, orienting and executive control: The effects of sleep deprivation on attentional networks. Exp Brain Res 2011;210:81-9.

https://doi.org/10.1007/s00221-011-2605-3 PMID: 21390488

Brasil. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Censo da Educação Superior 2018. Brasília; 2019. https://download.inep.gov.br/publicacoes/institucionais/estatisticas_e_indicadores/censo_da_educacao_superior_2018_notas_estatisticas.pdf

Hirshkowitz M, Whiton K, Albert SM, Alessi C, Bruni O, DonCarlos L, et al. National sleep foundation’s sleep time duration recommendations: Methodology and results summary. Sleep Heal 2015;1:40-3. https://doi.org/10.1016/j.sleh.2014.12.010

Schneider MLDM, Vasconcellos DC, Dantas G, Levandovski R, Caumo W, Allebrandt KV, et al. Morningness-eveningness, use of stimulants, and minor psychiatric disorders among undergraduate students. Int J Psychol 2011;46:18-23.

https://doi.org/10.1080/00207594.2010.513414

Mazurek A, Bhoopathy R, Read JCA, Gallagher P, Smulders TV. Effects of age on a real-world What-Where-When memory task. Front Aging Neurosci 2015;7:74. https://doi.org/10.3389/fnagi.2015.00074

Benites D, Gomes WB. Tradução, adaptação e validação preliminar do Prospective and Retrospective Memory Questionnaire (PRMQ). Psico-USF 2007;12:45-54. https://doi.org/10.1590/s1413-82712007000100006

Buysse DJ, Reynolds CF, Monk TH, Berman SR, Kupfer DJ. The Pittsburgh Sleep Quality Index: a new instrument for psychiatric practice and research. Psychiatry Res 1989;28:193-213. https://doi.org/10.1016/0165-1781(89)90047-4

Medeiros GJM, Roma PF, Matos PHMFP. Qualidade do sono dos estudantes de medicina de uma faculdade do sul de Minas Gerais. Rev Bras Educ Med 2021;45:2021. https://doi.org/10.1590/1981-5271V45.4-20210183

Segundo LVG, Cavalcanti-Neto BF, Paz DA, Holanda MMA. Aspectos relacionados à qualidade do sono em estudantes de medicina. Rev Bras Neurol e Psiquiatr 2017;21:213-23.

https://rbnp.emnuvens.com.br/rbnp/article/view/208

Almojali AI, Almalki SA, Alothman AS, Masuadi EM, Alaqeel MK. The prevalence and association of stress with sleep quality among medical students. J Epidemiol Glob Health 2017;7:169-74. https://doi.org/10.1016/j.jegh.2017.04.005

Krause AJ, Simon EB, Mander BA, Greer SM, Saletin JM, Goldstein-Piekarski AN, et al. The sleep-deprived human brain. Nat Rev Neurosci 2017;18:404-18. https://doi.org/10.1038/nrn.2017.55

Crawford JR, Smith G, Maylor EA, Della Sala S, Logie RH. The Prospective and Retrospective Memory Questionnaire (PRMQ): Normative data and latent structure in a large non-clinical sample. Memory 2003;11:261-75.

https://doi.org/10.1080/09658210244000027

Cousins JN, Sasmita K, Chee MWL. Memory encoding is impaired after multiple nights of partial sleep restriction. J Sleep Res 2018;27:138-45. https://doi.org/10.1111/jsr.12578

Cousins JN, Fernández G. The impact of sleep deprivation on declarative memory. Prog Brain Res 2019;246:27-53. https://doi.org/10.1016/bs.pbr.2019.01.007

Oliveira ES, Silva AFR, Silva KCB, Moura TVC, Araújo AL, Silva ARV. Stress and health risk behaviors among university students. Rev Bras Enferm 2020;73:e20180035. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0035

Maheshwari G, Shaukat F. Impact of Poor Sleep Quality on the Academic Performance of Medical Students. Cureus 2019;11:e4357. https://doi.org/10.7759/cureus.4357

Colten HR, Altevogt BM. Sleep disorders and sleep deprivation: An unmet public health problem. Sleep Disorders and Sleep Deprivation: An Unmet Public Health Problem. National Academies Press; 2006; 404p. https://doi.org/10.17226/11617

Cirelli C, Tononi G. Is sleep essential? PLoS Biol 2008;160511. https://doi.org/10.1371/journal.pbio.0060216

Verweij IM, Romeijn N, Smit DJA, Piantoni G, Van Someren EJW, van der Werf YD. Sleep deprivation leads to a loss of functional connectivity in frontal brain regions. BMC Neurosci 2014;15:1-10. https://doi.org/10.1186/1471-2202-15-88

Vasques AM, Gomes RF, Freitas ÂM. Memória Prospectiva e Epilepsia no Lobo Frontal. Rev Neurocienc 2014;22:80-3. https://doi.org/10.34024/rnc.2014.v22.8120

Stuss DT. Functions of the frontal lobes: Relation to executive functions. J Inter Neuropsychol Soc 2011;17:759-65. https://doi.org/10.1017/S1355617711000695

Kusztor A, Raud L, Juel BE, Nilsen AS, Storm JF, Huster RJ. Sleep deprivation differentially affects subcomponents of cognitive control. Sleep 2019;42:1-11. https://doi.org/10.1093/sleep/zsz016

Downloads

Publicado

2022-11-25

Como Citar

da Silva Roseno, A. V., Carvalho de Melo, C. K., Lopes da Silva, A. J., Fernandes Pessoa, T., Alves de Santana, G., de Souza Santiago6, L. E. ., … Leidson Barbosa Lima, I. . (2022). Autopercepção de queixas de memória e de qualidade do sono em universitários. Revista Neurociências, 30, 1–19. https://doi.org/10.34024/rnc.2022.v30.14241

Edição

Seção

Artigos Originais
Recebido: 2022-08-23
Aceito: 2022-11-09
Publicado: 2022-11-25

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.