Musicoterapia durante a Hemodiálise: Uma Revisão de Literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.2021.v29.11533

Palavras-chave:

Musicoterapia, hemodiálise, música, ansiedade, depressão

Resumo

Introdução: Entre algumas comorbidades o paciente com doença renal crônica (DRC), vivenciará mudança de rotina e na capacidade de autonomia, medo, ansiedade, depressão, fadiga e comprometimento cognitivo. No Brasil, em julho de 2017, havia 126.583 portadores DRC. Objetivo: Apresentar uma revisão da literatura sobre as intervenções mais utilizadas e realizadas pela Musicoterapia durante o tratamento de hemodiálise.  Método: O levantamento bibliográfico estruturou-se em publicações encontradas nas bases de dados Scielo, Bireme, Pubmed, Google Scholar com palavras chaves: hemodialysis music therapy no período de 2016 a 2020. Resultados: Foram nove artigos – oito direcionados à população adulta e apenas um voltado para unidade de hemodiálise pediátrica. Desse total, seis trabalhos foram realizados por profissionais da saúde, e apenas três por musicoterapeutas. Conclusão: A musicoterapia pode promover conforto, acolhimento, redução de estresse e promover otimização de tempo. Todas as pesquisas utilizaram música de forma receptiva, a maioria aplicada por profissionais da área da saúde, somente dois estudos conduzidos musicoterapeutas. Podemos concluir que ainda se encontra pouca produção científica realizada por musicoterapeutas em unidades de hemodiálise, sobretudo pediátrica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Rudnicki T. Doença renal crônica: vivência do paciente em tratamento de hemodiálise. Contextos Clín 2014;7:105-16.

https://doi.org/10.4013/ctc.2014.71.10

Thomé FS, Sesso RC, Lopes AA, Lugon JR, Martins CT. Inquérito Brasileiro de Diálise Crônica 2017. J Bras Nefrol 2019;41:208-14. https://doi.org/10.1590/2175-8239-jbn-2018-0178

Terra FS, Costa AMDD, Ribeiro CCS, Nogueira CS, Prado JP, Costa MD, et al. O portador de insuficiência renal crônica e sua dependência ao tratamento hemodialítico: compreensão fenomenológica. Rev Bras Clin Med 2010;8:306-10.

https://pesquisa.bvsalud.org/ripsa/resource/pt/lil-555452

Schmidt DB. Qualidade de vida e saúde mental em pacientes em hemodiálise: um desafio para práticas multiprofissionais. J Bras Nefrol 2019;41:10-1. https://doi.org/10.1590/2175-8239-jbn-2018-0227

Levey AS, Atkins R, Coresh J, Cohen EP, Collins AJ, Eckardt K-U, et al. Chronic kidney disease as a global public health problem: approaches and initiatives – a position statement from Kidney Disease Improving Global Outcomes. Kidney Int 2007;72:247-59. https://doi.org/10.1038/sj.ki.5002343

Santee KM, Oliveira TS, Santos TR, Lima MRG, Fernandes CNS, Pilger C. O uso da música nos serviços de saúde: uma revisão integrativa. J Nurs Health 2019;9:e199201.

https://doi.org/10.15210/jonah.v9i2.14432

Cunha R, Arruda M, Silva SM. Homem, música e musicoterapia. Rev InCantare 2014;1:9-26.

http://periodicos.unespar.edu.br/index.php/incantare/article/view/168

União Brasileira das Associações de Musicoterapia (endereço na internet). Definição Brasileira de Musicoterapia. (atualizado em: 2018; acessado em 2020). Disponivel em: http://ubammusicoterapia.com.br/definicao-brasileira-de-musicoterapia/

Oliveira MF, Oselame GB, Neves EB, Oliveira EM. Musicoterapia como ferramenta terapêutica no setor da saúde: uma revisão sistemática. Rev Univ Vale do Rio Verde 2014;12:871-8. https://doi.org/10.5892/ruvrd.v12i2.1739

Torres MCAR, Leal CMF. Reflexões de professoras supervisoras de estágios supervisionados de Música no ambiente hospitalar: desafios e aprendizagens. Rev Fundarte 2013;13:48-58. http://seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/RevistadaFundarte/article/view/17

Innocencio MFC, Carraro VM, Innocencio GTC. Resposta emocional de pacientes à terapia com música na hemodiálise: uma ferramenta de humanização. Arte Méd Ampl 2017;37:5-11. http://docs.bvsalud.org/biblioref/2017/12/876151/37-1-resposta-emocional-de-pacientes-a-terapia-com-musica-na-he_2jsWjo3.pdf

Shabandokht-Zarmi H, Bagheri-Nesami M, Shorofi SA, Mousavinasab SN. The effect of self-selected soothing music on fistula puncture-related pain in hemodialysis patients. Complement Ther Clin Pract 2017;29:53-7. https://dx.doi.org/10.1016/j.ctcp.2017.08.002 13.Melo GAA, Rodrigues AB, Firmeza MA, Grangeiro ASM, Oliveira PP, Caetano JA. Intervenção musical sobre a ansiedade e parâmetros vitais de pacientes renais crônicos: ensaio clínico randomizado. Rev Latino-Am Enferm 2018;26:e2978. http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.2123.2978

Tanquerel M, Broux F, Louillet F, De Blasi G. The Artist at the hospital: A musical experience in pediatric hemodialysis. Arch Pediatr 2018;25:251-5. https://doi.org/10.1016/j.arcped.2018.03.003

Hagemann PMS, Martin LC, Neme CMB. O efeito da musicoterapia na qualidade de vida e nos sintomas de depressão de pacientes em hemodiálise. J Bras Nefrol 2019;41:74-82. https://doi.org/10.1590/2175-8239-jbn-2018-0023

Carswell C, Reid J, Walsh I, McAneney H, Noble H. Implementing an arts-based intervention for patients with end-stage kidney disease whilst receiving haemodialysis: a feasibility study protocol 2019. Pilot Feasibility Stud 2019;5:1. https://doi.org/10.1186/s40814-018-0389-y

Burrai F, Lupi R, Luppi M, Micheluzzi V, Donati G, Lamanna G, et al. Effects of Listening to Live Singing in Patients Undergoing Hemodialysis: A Randomized Controlled Crossover Study. Biol Res Nurs 2019;21:30-8. https://dx.doi.org/10.1177/1099800418802638

Natale P, Ruospo M, Saglimbene VM, Palmer SC, Strippoli GFM. Interventions for improving sleep quality in people with chronic kidney disease. Cochrane Database Syst Rev 2019;5:CD012625. https://doi.org/10.1002/14651858.CD012625.pub2

Kishida M, Yamada Y, Inayama E, Kitamura M, Nishino T, Ota K, et al. Effectiveness of music therapy for alleviating pain during haemodialysis access cannulation for patients undergoing haemodialysis: a multi-facility, single-blind, randomised controlled trial. Trials 2019;20:631. https://doi.org/10.1186/s13063-019-3773-x

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (endereço na internet). Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios Contínua 2019 (acessado em 2020). Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/media/com_mediaibge/arquivos/00e02a8bb67cdedc4fb22601ed264c00.pdf

Pietrovsk V, Dall'Agnol CM. Situações significativas no espaço-contexto da hemodiálise: o que dizem os usuários de um serviço? Rev Bras Enferm 2006;59:630-5. https://doi.org/10.1590/S0034-71672006000500007

Duarte CAC. Marketing sensorial: a influência do sentido auditivo e olfativo na percepção do tempo de espera (Dissertação). Covilhã (Portugal): Universidade da Beira Interior, 2013. http://hdl.handle.net/10400.6/2888

Downloads

Publicado

2021-05-27

Como Citar

Ferrini, L. de P., & Moura, R. de C. dos R. (2021). Musicoterapia durante a Hemodiálise: Uma Revisão de Literatura : . Revista Neurociências, 29, 1–19. https://doi.org/10.34024/rnc.2021.v29.11533

Edição

Seção

Artigos de Revisão
Recebido em 2020-12-08
Aceito em 2021-03-15
Publicado em 2021-05-27

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)