Compensações realizadas por crianças com paralisia cerebral espástica durante o levantar da cadeira

  • Beatriz Calixto Silva
  • Claudia R. M. Alcantara de Torre
  • Cristina dos Santos Cardoso de Sá
Palavras-chave: paralisia cerebral, criança, fisioterapia, postura sentada, posição ortostática

Resumo

Objetivo. Identificar as compensações motoras realizadas por crianças com paralisia cerebral (PC) espástica diparéticas e hemiparéticas durante a tarefa de levantar da cadeira. Método. Estudo transversal descritivo. Avaliou as compensações motoras utilizando a parte inicial do teste Timed Up and Go (TUG). A avaliação foi filmada por duas câmeras (uma no plano sagital e outro no plano frontal) e posteriormente os vídeos foram analisados qualitativamente. Resultados. Amostra composta por oito crianças com PC espástica, cinco hemiparéticas (GPCH) e três diparéticas (GPCD). Observou-se que todas as crianças realizaram algum tipo de compensação motora para realização da tarefa de forma que facilitasse o movimento e o objetivo final fosse atingido. Dentre essas compensações podemos destacar a utilização do apoio da cadeira ou dos membros inferiores (MMII) como impulso de movimento, abdução dos MMII, adução com rotação medial dos MMII, afastamento dos pés de forma a aumentar a base de suporte, aumento da flexão de joelho com a posteriorização dos pés e abdução  de ombro com flexão de ombro ou de cotovelo. Conclusão. Não foi possível estabelecer os padrões das compensações que crianças com PC espástica hemiparéticas e diparéticas realizam na tarefa de levantar da cadeira de acordo com o grupo.

Referências

Rosenbaum P, Paneth N, Leviton A, Goldstein M, Bax M, Damiano D, et al. A report: The definition and classification of cerebral palsy. Dev Med Child Neurol 2007;109:8-14. https://doi.org/10.1111/j.1469-8749.2007.tb12610.x

Gulati S, Sonchi V. Cerebral Palsy: An Overview. Indian J Pediatr 2017;85:1006-16. https://doi.org/10.1007/s12098-017-2475-1

Cans C, Dolk H, Platt MJ, Colver A, Prasauskiene A, Krägeloh-Mann I, et al. Recommendations from the SCPE collaborative group for defining and classifying cerebral palsy. Dev Med Child Neurol Suppl 2007;109:35-8.https://doi.org/10.1111/j.1469-8749.2007.tb12626.x

Wimalasundera N, Stevenson VL. Cerebral Palsy. Pract Neurol 2016;16:184-94.https://doi.org/10.1136/practneurol-2015-001184

Palisano R, Rosenbaum P, Walter S, Russell D, Wood E, Galuppi B. Development and reliability of a system to classify gross motor function in children with cerebral palsy. Dev Med Child Neurol 1997;39:214-23. https://doi.org/10.1111/j.1469-8749.1997.tb07414.x

Moreno-de-Luca A, Ledbetter DH, Martin CL. Genetic insights into the causes and classification of cerebral palsies. Lancet Neurol 2012;11:283-92. https://doi.org/10.1016/S1474-4422(11)70287-3

Vitor LGV, Silva Junior RA da, Ries LGK, Fujisawa DS. Controle postural em crianças com paralisia cerebral e desenvolvimento típico. Rev Neurocienc 2015;23:41-7.

https://doi.org/10.4181/RNC.2015.23.01.1016.7p

Allegretti KMG, Kanashiro MS, Monteiro VC, Borges HC, Fontes SV. Os efeitos do treino de equilíbrio em crianças com paralisia cerebral diparética espástica. Rev Neurocienc 2007;15:108-13. https://doi.org/10.34024/rnc.2007.v15.8701

Santos AN, Pavão SL, Rocha NA. Sit-to-stand movement in children with cerebral palsy: a critical review. Res Dev Disabil 2011;32:2243-52. https://doi.org/10.1016/j.ridd.2011.05.001

Nicolini-Panisson RD, Donadio MVF. Timed "Up & Go" test in children and adolescents. Rev Paul Pediatr 2013;31:377-83. https://doi.org/10.1590/S0103-05822013000300016

Pavão SL. Controle postural e atividade sentado para de pé em crianças (Tese). São Carlos: Universidade Federal de São Carlos, 2012. https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/5290

Pavão SL, Santos AN, Oliveira AB, Rocha NACF. Postural control during sit-to-stand movement and its relationship with upright position in children with hemiplegic spastic cerebral palsy and in typically developing children. Braz J Phys Ther 2015;19:18-25. http://dx.doi.org/10.1590/bjpt-rbf.2014.0069

Brianeze ACGS, Cunha AB, Peviani SM, Miranda VCR, Tognetti VBL, Rocha NACF, et al. Efeito de um programa de fisioterapia funcional em crianças com paralisia cerebral associado a orientações aos cuidadores: estudo preliminar. Fisioter Pesq 2009;16:40-5. https://doi.org/10.1590/S1809-29502009000100008

Medeiros DL, Conceição JS, Graciosa MD, Koch DB, Santos MJ, Ries LG. The influence of seat heights and foot placement positions on postural control in children with cerebral palsy during a sit-to-stand task. Res Dev Disabil 2015;43-44:1-10. http://dx.doi.org/10.1016/j.ridd.2015.05.004

Nicolini-Panisson RDA. Valores normativos para o teste Timed “Up & Go” em pediatria e validação para pacientes com Síndrome de Down (Tese). Porto Alegrre: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS, 2012. http://hdl.handle.net/10923/4643

Pavão SL, Arnoni JLB, Rocha NACF. Effects of Visual Manipulation in Sit-to-Stand Movement in Children With Cerebral Palsy. J Mot Behav 2018;50:486-91. https://doi.org/10.1080/00222895.2017.1367641

Cargnin APM, Mazzitelli C. Proposta de Tratamento Fisioterapêutico para Crianças Portadoras de Paralisia Cerebral Espástica, com Ênfase nas Alterações Musculoesqueléticas. Rev Neurocienc 2003;11:34-9.

https://doi.org/10.34024/rnc.2003.v11.8892

Roque AH, Kanashiro MG, Kazon Sa, Grecco LAC, Salgado AS, OC S. Análise do equilíbrio estático em crianças com paralisia cerebral do tipo diparesia espástica com e sem o uso de órteses. Fisioter Mov 2012;25:311-6. https://doi.org/10.1590/S0103-51502012000200008

Kerr C, McDowell B, McDonough S. The relationship between gross motor function and participation restriction in children with cerebral palsy: an exploratory analysis. Child Care Health Dev 2007;33:22-7. https://doi.org/10.1111/j.1365-2214.2006.00634.x

Publicado
2021-01-05
Como Citar
Silva, B. C., Torre, C. R. M. A. de, & Sá, C. dos S. C. de. (2021). Compensações realizadas por crianças com paralisia cerebral espástica durante o levantar da cadeira. Revista Neurociências, 29, 1-20. https://doi.org/10.34024/rnc.2021.v29.11339
Seção
Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##