Habilidades motoras de crianças em berçários: estudo preliminar

  • Cinira Gomes
  • Lislaine Cristina dos Santos
  • Lazaro Juliano Teixeira
  • Claudia Diehl Forti Bellani
Palavras-chave: pré-escolar, destreza motora, habilidades para a realização de testes, desenvolvimento infantil, deficiências do desenvolvimento

Resumo

Objetivo. Comparar as habilidades motoras de deitar, rolar e sentar entre crianças frequentadoras de berçários da rede municipal e particular de Balneário Camboriú. Método. A amostra foi composta por 16 crianças (0 a 12 meses de idade), 8 de creches públicas e 8 de creche privada. Foi utilizado o instrumento de avaliação GMFM-Gross Motor Function Measure e aplicado aos responsáveis um questionário para analisar a situação socioeconômica das famílias. Utilizou-se a média e desvio padrão dos resultados em cada grupo, comparados entre si através da Diferença de Médias (DM) e Intervalos de Confiança (IC) de 95%. Resultados. Observou-se que não houve diferença entre as médias do GMFM entre as crianças da creche pública (61,33±10,18 pontos) e da creche privada (63,55±9,58 pontos); DM = 2,22; IC de 95% de -7,47 a 11,91 pontos. As diferenças mais marcantes foram o grau de instrução do responsável (média de +5,25 de anos de estudo nos pais do setor privado, IC 95% de 2,72 a 7,78 anos) e na renda familiar (média +3,58 salários mínimos no setor privado, IC 95% de 2,38 a 4,78). Conclusão. Preliminarmente, não foram encontradas diferenças marcantes no desenvolvimento motor entre crianças da rede pública e da rede privada em Balneário Camboriú.

Métricas

Carregando métricas...

Referências

1.Santos MM, Corsi C. Comparação de desempenho motor e cognitivo de crianças freqüentadoras de creches públicas e particulares. Braz J Phys Ther 2013;17:579-87. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552012005000126
2.Martinello M, Nazario PF, Marques LZ, Ries LGK, Lando C. Avaliação do desenvolvimento motor de crianças matriculadas em creches públicas. HU Revista 2011;37:155-62.
https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1326
3.Hallal CZ, Marques NR, Bracialli LMP. Aquisição de habilidades funcionais na área de mobilidade em crianças atendidas em um programa de estimulação precoce. Rev Bras Crescimento Desenvol Hum 2008;18:27-34.
http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-12822008000100005
4.Spessato BC, Valentini NC, Krebs RJ, Berleze A. Educação infantil e intervenção motora: um olhar a partir da teoria bioecológica de Bronfenbrenner. Movimento Rev Edu Fis UFRGS 2009;15:147-73. https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/5617/6951
5.Souza CT, Santos DCC, Tolocka RE, Baltieri L, Gibim NC, Habechian FAP. Avaliação do desempenho motor global e em habilidades motoras axiais e apendiculares de lactentes frequentadores de creche. Rev Bras Fisioter 2010;14:309-15. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552010000400007
6.Almeida C, Valentini N. Contexto dos berçários e um programa de intervenção no desenvolvimento de bebês. Motricidade 2013;9:22-32. http://dx.doi.org/10.6063/motricidade.9(4).744
7.Pereira LCL, Grave MQ. Encaminhamento de crianças com necessidades educacionais especiais em idade de estimulação precoce a escolas de Educação Infantil de um município de médio porte do Vale dos Sinos. Rev Educ Espec 2012;25:101-14. http://dx.doi.org/10.5902/1984686X2820
8.Franco V, Melo M, Apolónio A. Problemas do desenvolvimento infantil e intervenção precoce. Educar em Revista 2012:49-64. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40602012000100005
9.Baltieri L, Santos DCC, Gibim NC, Souza CT, Batistella ACT, Tolocka RE. Desempenho motor de lactentes frequentadores de berçários em creches públicas. Rev Paul Pediatr 2010;28:283-9. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822010000300005
10.Russel DJ, Rosenbaum PL, Avery LM, Lane M. Medida da Função Motora Grossa (GMFM-66 & GMFM-88): Manual do usuário. São Paulo: Memnon; 2011.
11.Nunes LCBG. Tradução e Validação de Instrumentos de Avaliação Motora e de Qualidade de vida em Paralisia Cerebral (Tese). Campinas: Universidade Estadual de Campinas; 2008. http://taurus.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/260635/1/Nunes_LigiaChristinaBorsatoGuimaraes_D.pdf
12.Faria TCC, Sousa L, Silva JRT, Borges JBC, Parisi JR. Comparação da avaliação neuromotora em pré-escolares de instituição pública e privada. Rev Neurocienc 2015;23:248-54.
https://doi.org/10.4181/RNC.2015.23.02.1013.7p
13.Amorim RCA, Laurentino GEC, Barros KMFT, Ferreira ALPR, Filho AGM, Raposo MCF. Programa de saúde da família: proposta para identificação de fatores de risco para o desenvolvimento neuropsicomotor. Rev Bras Fisioter 2009;13:506-13. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552009005000065
14.Defilipo ÉC, Frônio JS, Teixeira MTB, Leite ICG, Bastos RR, Vieira MT, et al. Oportunidades do ambiente domiciliar para o desenvolvimento motor. Rev Saúde Pública 2012;46:633-41. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102012005000040
15.Souza ES, Magalhães LC. Desenvolvimento motor e funcional em crianças nascidas pré-termo e a termo: influência de fatores de risco biológico e ambiental. Rev Paul Pediatr 2012;30:462-70. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-05822012000400002
16.Oliveira CEN, Salina ME, Annunciato NF. Fatores Ambientais que influenciam a plasticidade do SNC. Acta Fisiátriaca 2001;8:6-13. http://www.revistas.usp.br/actafisiatrica/article/view/102269/100647
17.Borella MP, Sacchelli T. Os efeitos da prática de atividades motoras sobre a neuroplasticidade. Rev Neurocienc 2009;17:161-9. https://doi.org/10.34024/rnc.2009.v17.8577
18.Silva MFMC, Kleinhans ACS. Processos cognitivos e plasticidades cerebral da Síndrome de Down. Rev Bras Ed Esp 2006;12:123-38.
https://doi.org/10.1590/S1413-65382006000100009
Publicado
2020-05-15
Como Citar
Gomes, C., Santos, L. C. dos, Teixeira, L. J., & Bellani , C. D. F. (2020). Habilidades motoras de crianças em berçários: estudo preliminar. Revista Neurociências, 28, 1-18. https://doi.org/10.34024/rnc.2020.v28.10655
Seção
Artigos Originais

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##