Síndrome das Pernas Inquietas/Doença de Willis-Ekbom e infecção pelo HIV:

revisão da epidemiologia e fisiopatologia

  • Fernanda Gabrielle Almeida Castro Unifesp
  • Gilmar Fernandes do Prado Unifesp

Resumo

Introdução. A Síndrome das Pernas Inquietas/Doença de Willis Ekbom (SPI/DWE) é uma desordem neurológica comum, que pode perturbar profundamente o sono e a qualidade de vida. A prevalência da SPI/DWE varia entre 5-15%. Sua fisiopatologia envolve a regulação da dopamina e ferro e, possivelmente, mecanismos inflamatórios. A prevalência de SPI parece estar aumentada em pacientes com infecção pelo HIV (Human Immunodeficiency Virus), e uma vez que a doença causa impacto significativo na qualidade do sono dos pacientes, faz-se necessário estudos maiores envolvendo esta associação. Objetivo. Revisar a literatura quanto a associação SPI/HIV. Método. Foi realizado uma revisão bibliográfica, através das bases de dados eletrônicas PUBMED, SCIELO e PERIÓDICO CAPES usando as palavras chaves: “HIV”, “Restless leg Syndrome” e “Sleep disturbance”. Resultados. Foram encontradas uma vasta quantidade de artigos, entretanto somente cinco, envolviam especificamente a associação. Foram usados um total de 25 artigos para desenvolvimento desta revisão. Conclusão. A prevalência da SPI/HIV varia entre 8% e 33%. Dentre os mecanismos associados, podemos citar o envolvimento imunológico do SNC, presença de citocinas e polimorfismos e redução dos níveis de dopamina. A investigação de SPI/DWE nestes pacientes deve ser feita sempre que o paciente queixar-se de dificuldades de sono.

Publicado
2019-12-02
Como Citar
Castro, F. G. A., & Prado, G. F. do. (2019). Síndrome das Pernas Inquietas/Doença de Willis-Ekbom e infecção pelo HIV: . Revista Neurociências, 25, 1-13. Recuperado de https://periodicos.unifesp.br/index.php/neurociencias/article/view/10037
Seção
Artigos de Revisão

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##