Uso mercantilizado do belo e o sublime: notas sobre Imitação da vida (2013), de Mathias Poledna

  • Eduardo Socha Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Sublime – Modernismo – Mathias Poledna – Fredric Jameson

Resumo

O ensaio procura apresentar inicialmente as condições materiais que, segundo a interpretação de Fredric Jameson, propiciaram a transição, a partir do final dos anos 1960, de uma estética do sublime para uma estética funcional do belo como orientação dominante da produção artística. Em seguida, expõe aspectos da analítica kantiana do sublime que vinculam o sublime à concepção do moderno. Por fim, verifica a tensão entre a situação descrita por Jameson e o sublime kantiano a partir de considerações sobre a instalação Imitation of life, de Mathias Poledna, a única obra apresentada no pavilhão austríaco da Bienal de Veneza de 2013.

Referências

ADORNO, Theodor W. Minima Moralia: reflexões a partir da vida lesada. Trad. Gabriel Cohn. Rio de Janeiro: Azougue Editorial, 2008.

________. Teoria estética. Trad. Artur Morão. Lisboa: Edições 70, 2008.

ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento - fragmentos filosóficos. Trad. Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985.

ARANTES, Otília B. Fiori; ARANTES, Paulo Eduardo. Um ponto cego no projeto moderno de Jürgen Habermas. São Paulo: Brasiliense, 1995.

BELTING, Hans. O fim da história da arte. Trad. Rodnei Nascimento. São Paulo: Cosac Naify, 2016.

BENJAMIN, Walter. Obras Escolhidas - Vol. III - Charles Baudelaire um Lírico no Auge do Capitalismo. São Paulo: Brasiliense, 1989.

BÜRGER, Peter. Teoria da vanguarda. Trad. José Pedro Antunes. São Paulo: Cosac Naify, 2008.

CACHOPO, João Pedro. Verdade e enigma - Ensaio sobre o pensamento estético de Adorno. Lisboa: Edições Vendaval, 2013.

HABERMAS, Jürgen. O discurso filosófico da modernidade. Trad. Luiz Repa; Rodnei Nascimento. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

JAMESON, Fredric. “Fim da arte” ou “fim da história” ? In: A cultura do dinheiro. Trad. Maria Elisa Cevasco; Marcos César de Paula Soares. Petrópolis: Vozes, 2001.

JAMESON, Fredric. Pós-modernismo. A lógica cultural do capitalismo tardio. Trad. Maria Elisa Cevasco. São Paulo: Ática, 2006.

KANT, Immanuel. Crítica da faculdade do juízo. Trad. Valerio Rohden; Antonio Marques. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

LYOTARD, Jean-François. O inumano - Considerações sobre o tempo. Trad. Ana Cristina Seabra; Elisabete Alexandre. Lisboa: Editorial Estampa, 1997.

SCHILLER, Friedrich. Do sublime ao trágico. Belo Horizonte: Autêntica, 2016.

Publicado
2019-11-21
Como Citar
Socha, E. (2019). Uso mercantilizado do belo e o sublime: notas sobre Imitação da vida (2013), de Mathias Poledna. Revista Limiar, 6(12), 3-19. https://doi.org/10.34024/limiar.2019.v6.9993