Da 'philia' democrática ateniense à 'philosophia'' republicana de Platão

  • Sérgio Cardoso Professor do Departamento de Filosofia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Palavras-chave: isonomia; polis; republicanismo; regime misto; democracia

Resumo

As instituições democráticas de Atenas sempre foram controversas no interior da própria cidade, mas foi no século IV que a oposição e as críticas a esse regime se adensou em um pensamento consistente, produzindo uma reflexão sistemática sobre a realidade constitucional das 'poleis' e firmando, desde então, a convicção, de longa vida, relativa à superioridade de um “regime misto” sobre a democracia e sobre todas as outras formas de governo. É para Atenas e para a persistente crítica de sua democracia que devemos nos voltar, se quisermos entender a reivindicação e a produção do conceito de um “governo misto”, republicano.

Publicado
2019-09-23
Como Citar
Cardoso, S. (2019). Da ’philia’ democrática ateniense à ’philosophia’’ republicana de Platão. Revista Limiar, 5(10), 53-63. https://doi.org/10.34024/limiar.2018.v5.9789