Para além do curto vôo do entendimento: as experiências do pensamento no Fausto de Fernando Pessoa

  • Gisele Batista Candido Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Estética – Fernando Pessoa – Consciência – Existência – Fausto

Resumo

A vasta e diversificada produção de Fernando Pessoa tem um apelo filosófico tal que seria possível vê-la figurar com pertinência entre os autores estudados no universo acadêmico da filosofia, de modo que as pesquisas nessa direção têm se multiplicado atualmente. Nesse sentido, o Fausto pessoano ocupa um lugar singular, porque revela de forma contundente como alguns embates enfrentados pela filosofia, sobretudo no seu exercício especulativo e esclarecedor, serão retomados e desenvolvidos pelo poeta português, abrindo caminho para os desdobramentos de sua poesia e das experiências de seu pensamento poético-filosófico singular. O presente artigo buscará investigar as experiências do pensamento elaboradas em Fausto, tragédia subjetiva, evidenciando sua originalidade.

Referências

BORGES, P. Além-Deus e além-ser: incriado e saudade em Fernando Pessoa in “Arte, Metafísica e Mitologia”, Lisboa: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, 2008.
COELHO, J. Diversidade e unidade em Fernando Pessoa. São Paulo: Verbo – Eedusp, 1977.
COSTA, D. O esoterismo de Fernando Pessoa. Porto: Lello & Irmão editores, 1971.
GIL, J. O Espaço Interior. Lisboa: Editora Presença, 1994.
GOETHE. Fausto – Uma Tragédia, primeira parte. Trad. Jenny Klabin Segall. São Paulo: Editora 34, 2010.
________. Fausto – Uma Tragédia, segunda parte. Trad. Jenny Klabin Segall. São Paulo: Editora 34, 2008.
JAKOBSON, R. Os oxímoros dialéticos de Fernando Pessoa. in Jakobson et al. “Textos selecionados - Os Pensadores” 2. ed. trad. de J. Mattoso Câmara Jr. São Paulo: Abril Cultural, 1978.
LOURENÇO, E. Fernando Pessoa, Rei da Nossa Baviera. Lisboa: Gradiva, 2008.
NUNES, B. O dorso do tigre. São Paulo: Editora Perspectiva, 1969.
PERRONE-MOISÉS, L. Aquém do eu, além do outro. São Paulo: Martins Fontes,1982.
PESSOA. Barão de Teive – a educação do estóico. São Paulo: A Girafa editora, 2006.
________. Da República 1910 – 1935. Lisboa: Ática, 1979.
_______. Escritos autobiográficos, automáticos e de reflexão pessoal. São Paulo: A Girafa, 2006.
_______. Fausto – Tragédia Subjetiva. Org. Teresa Sobral Cunha. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 1991.
_______. Textos Filosóficos vol. I, org. e trad. Atónio Pina Coelho. Lisboa: Editora Nova Ática, 2006.
PIZARRO, J. e FERRARI. P, “Apresentação” In: 136 Pessoas de Pessoa. Rio de Janeiro: Tinta da China, 2017.
Publicado
2019-11-21
Como Citar
Candido, G. B. (2019). Para além do curto vôo do entendimento: as experiências do pensamento no Fausto de Fernando Pessoa. Revista Limiar, 6(12), 47-69. https://doi.org/10.34024/limiar.2019.v6.9581