Eternidade no instante:

Benjamin e Proust

  • Marcela Oliveira Professora Doutora do Departamento de Filosofia da PUC-Rio
Palavras-chave: Benjamin, Proust, memória, tempo, modernidade

Resumo

Este artigo discute a proximidade das concepções de tempo apresentadas nas obras de Walter Benjamin e de Marcel Proust. Sendo o primeiro considerado filósofo e o segundo considerado escritor, o artigo explora o limiar entre os âmbitos discursivos da filosofia e da literatura no que diz respeito à formulação de uma imagem do tempo. Nos dois casos, trata-se da valorização de uma concepção instantânea do tempo pela experiência da memória.

Referências

BENJAMIN, Walter Obras escolhidas, vol. I: Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. 7a ed. Trad. S. P. Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1994.

Obras escolhidas, vol. III: Charles Baudelaire um lírico no auge do capitalismo. 1a ed. Trad. J. M. Barbosa e H. A. Baptista. São Paulo: Brasiliense, 1989.

Origem do drama trágico alemão. Trad. J. Barrento. Lisboa: Assírio & Alvim, 2004.

Passagens. Trad. I. Aron e C. Mourão. Belo Horizonte: Editora UFMG; São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2006.

The correspondence of Walter Benjamin, 1910-1940. Chicago e Londres: The University of Chicago, 1994, p. 275-280.

PROUST, Marcel No caminho de Swann. 22a ed. Trad. M. Quintana. São Paulo: Globo, 2003.

À sombra das raparigas em flor. 9a ed. Trad. M. Quintana. Rio de Janeiro: Globo, 1988.

O caminho de Guermantes. 8a ed. Trad. M. Quintana. Rio de Janeiro: Globo, 1988. A fugitiva. 8a ed. Trad. C. D. de Andrade. São Paulo: Globo, 1989.

O tempo redescoberto. 9a ed. Trad. L. M. Pereira. São Paulo: Globo, 1989.

BENJAMIN, Walter; SCHOLEM, Gershom. Correspondência. Trad. N. Soliz. São Paulo: Editora Perspectiva, 1993.

BLANCHOT, Maurice. A experiência de Proust. In: O livro por vir. Trad. L. PerroneMoisés. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

BRASSAÏ. Proust e a fotografia. Trad. A. Telles. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005.

CODINA, Graciela Deri de. Temporalidade e desejo: desilusão e descoberta de sentido através da fruição estética na Recherche de Proust. Artefilosofia. Ouro Preto, n. 3, p. 34-44, 2007.

DELEUZE, Gilles. Proust e os signos. 2a ed. Trad. A. Piquet e R. Machado. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.

LUKÁCS, Georg. A teoria do romance: um ensaio histórico-filosófico sobre as formas da grande épica. Trad. J. M. M. de Macedo. São Paulo: Duas Cidades; Ed. 34, 2000.

NIETZSCHE, Friedrich. Assim falou Zaratustra: um livro para todos e para ninguém. 15a ed. Trad. M. da Silva. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2006.

SZONDI, Peter. Esperança no passado – sobre Walter Benjamin. Trad. L. Gatti. Artefilosofia. Ouro Preto, n. 6, p. 13-25, 2009.

Publicado
2019-03-24
Como Citar
Oliveira, M. (2019). Eternidade no instante:. Revista Limiar, 5(9), 99-116. https://doi.org/10.34024/limiar.2018.v5.9193