Pensamento e sensação em Marcel Proust

  • Philippe Willemart Professor titular em literatura francesa na FFLCH-USP
Palavras-chave: Proust, Mallarmé, pensamento, sensação

Resumo

Pensamos com imagens ou com palavras? O manuscrito literário proustiano, que dá a ler um pensamento em formação, oferece uma terceira via revelada no episódio da torrada que se tornará madeleine no texto editado. Percorrendo um dos primeiros cadernos de rascunhos que trata desta lembrança prazerosa, encontramos um pensamento que embora seja fruto de um lance de dados como Mallarmé tinha proposto, logo depois segue um caminho lógico de sensação em sensação.

Referências

PROUST, Marcel À LA RECHERCHE du temps perdu – Manuscrits. Fonds Marcel Proust II. Paris: BnF, Gallica. Disponível em: <http://gallica.bnf.fr/ark:/12148/btv1b60004929/f1.image.r=NAF%2016669.langFR>. Cahier 29, transcr. B. Brun e C. Quémar. Hypothèse sur le classement des premiers cahiers Swann. Bulletin d’informations proustiennes, 13. Paris: Presse de l’ENS, 1982.

Du côté de chez Swann. Paris: Gallimard, 1987.

Le temps retrouvé, t. IV. Paris: Gallimard, 1989. No caminho de Swann: Em busca do tempo perdido. Trad. M. Quintana. São Paulo: Ed. Globo, 2006a.

À sombra das raparigas em flor: Em busca do tempo perdido. Trad. M. Quintana. São Paulo: Ed. Globo, 2006b.

A prisioneira: Em busca do tempo perdido. Trad. M. Bandeira e L. S. de Aguiar. São Paulo: Ed. Globo, 2011.

O tempo redescoberto: Em busca do tempo perdido. Trad. L. M. Pereira. São Paulo: Ed. Globo, 2013.

Contra Sainte-Beuve. Trad. L. P. Nogueira. São Paulo: Ed. Ayiné, 2017.

DAMÁSIO, António. O erro de Descartes. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

JURANVILLE, Alain. Lacan et la Philosophie. Paris: P.U.F., 1984.LACAN, Jacques. Escritos. Trad. V. Ribeiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

_____. Os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Trad. M. D. Magno. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1988.

_____. “Lituraterra”. In: _____. Outros escritos. Trad. V. Ribeiro. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

PUGH, Anthony. The growth of ‘À la recherche du temps perdu’. Toronto: University of Toronto Press, 2004.

WILLEMART, Philippe. Universo da criação literária. São Paulo: EDUSP, 1993.

_____. Proust, poeta e psicanalista. São Paulo: Ateliê, 2000.

_____. O conceito de incerteza em Marcel Proust. Crítica genética e psicanálise. São Paulo: Perspectiva, 2005.

_____. Os processos de criação na escritura, na arte e na psicanálise. São Paulo: Perspectiva, 2009.

_____. Le mystère du temps creusé au fond d’un être: Pourquoi raturer Les intermittences du cœur et le remplacer par À la recherche du temps perdu? Marcel Proust aujourd’hui, vol. 13 – ‘Sensations proustiennes’. Amsterdam, p. 117-126, 2016.

Publicado
2019-03-24
Como Citar
Willemart, P. (2019). Pensamento e sensação em Marcel Proust. Revista Limiar, 5(9), 12-22. https://doi.org/10.34024/limiar.2018.v5.9189