Imaginários populares sobre a família no varguismo e no peronismo

Autores

  • Mayra Coan Lago Centro Universitário Fundação Santo André (FURG)

Palavras-chave:

Cartas, Varguismo, Peronismo

Resumo

Durante o Estado Novo (1937-1945) e o Primeiro Peronismo (1946- 1955), Getúlio Vargas e Juan Domingo Perón receberam milhares de cartas de “pessoas comuns”. As missivas foram lidas, encaminhadas e respondidas. Nosso objetivo é analisar e comparar a construção dos imaginários populares sobre a família durante estes regimes utilizando como fontes principais as cartas que foram enviadas aos governantes. Os imaginários sociais sobre a família foram interpretados, mobilizados e utilizados de maneiras distintas por estas pessoas para apresentarem suas percepções, aflições, aspirações e reivindicações, o que revela as particularidades dos pactos políticos estabelecidos nestes países.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ACHA, Omar. Crónica sentimental de la argentina peronista. Sexo, inconsciente e ideología, 1945-1955. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Prometeo Libros, 2013.

BACZKO, Bronislaw. “A imaginação social” In: LEACH, Edmund. AnthroposHomem. Lisboa, Imprensa Nacional/Casa da Moeda, 1985, pp. 296-332.

CAPELATO, Maria Helena Rolim. Multidões em cena: propaganda política no varguismo e no peronismo. São Paulo: UNESP, 2009.

CYTRYNOWICZ, Roney. Guerra sem guerra: a mobilização e o cotidiano em São Paulo durante a Segunda Guerra Mundial. São Paulo: Edusp, 2002.

FERREIRA, Jorge. Trabalhadores do Brasil: o imaginário popular 1930-1945. Rio de Janeiro: FGV, 2011.

GERCHUNOFF, Pablo e ANTÚNEZ, Damián. “De la bonanza peronista a la crisis del desarrollo”. In: TORRE, Juan Carlos. Nueva História Argentina. Los años peronistas (1943-1955). Buenos Aires: Editorial Sudamericana, 2002, pp. 125-207.

GOMES, Angela de Castro (org.). A escrita de si, a escrita da história. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2004.

GOMES, Angela de Castro A invenção do Trabalhismo. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2002.

GUY, Donna J. La construcción del carisma peronista. Cartas a Juan y Eva Perón. Ciudad Autónoma de Buenos Aires: Biblos, 2017.

HOBSBAWM, Eric. Pessoas Extraordinárias: resistência, rebelião e jazz. Trad. de Irene Hirsch e Lólio Lourenço de Oliveira. São Paulo: Paz e Terra, 1998.

JAMES, Daniel. Resistencia e integración: el peronismo y la clase trabajadora argentina, Buenos Aires, Siglo XXI, 2013.

LAGO, Mayra Coan. Exmo. Sr. Getúlio Vargas, Mi Querido General Perón: imaginários populares no varguismo e no peronismo. Doutorado em História Social, Universidade de São Paulo, 2021.

LENHARO, Alcir. Sacralização da política. Campinas: Papirus, 1986.

MALATIAN, Teresa. “Cartas- Narrador, registro e arquivo”. In: PINSKY, Carla Bassanezi; LUCA, Tania Regina de (org.). O historiador e suas fontes. São Paulo: Contexto, 2015, pp. 195-221.

MARTINS, A. P. V. “Dos Pais Pobres ao Pai Dos Pobres: cartas de pais e mães ao Presidente Vargas e a política familiar do Estado Novo”. Diálogos, 12 (2 e 3) (2008), pp. 209-235.

NEVES, Frederico de Castro. “Getúlio e a seca: políticas emergenciais na Era Vargas”, Revista Brasileira de História, 21 (40), 2001, pp. 107-131.

PERÓN, Juan Domingo. Perón quiere saber lo que su pueblo necesita. Discurso político de Juan Domingo Perón de 3 de dezembro de 1951. In: Obras completas del General Juan Domingo. Discursos de Juan D. Perón, 1950- 1951. Buenos Aires: Unión del Personal Civil de la Nación, 1951.

PLOTKIN, Mariano. Mañana es San Perón: propaganda, rituales políticos y educación en el régimen peronista (1946-1955). Saenz Peña: Editorial de la Universidad Nacional de Tres de Febrero, 2013.

PRADO, Maria Ligia Coelho. “Repensando a história comparada na América Latina”. Revista de História, 153 (2005), pp. 11-33.

RÉMOND, René (org.). Por uma história política. São Paulo: FGV, 1988.

TORRE, Juan Carlos. Nueva História Argentina. Los años peronistas (1943- 1955). Buenos Aires: Editorial Sudamericana, 2002.

WOLFE, Joel. Working women, working men - São Paulo and the rise of Brazil’s industrial working class, 1900-1955. Durham: Duke University Press, 1993.

Downloads

Publicado

2023-02-08