Figurações da dor: a memória no curso da vida

Conteúdo do artigo principal

Cynthia Sarti

Resumo

Este texto trata de encontros com as ideias de Veena Das que aconteceram em meu trabalho de pesquisa sobre o sofrimento e a violência. Para isso, percorre a trajetória que levou à investigação sobre o tema com base na memória da ditadura militar brasileira (1964-1985) nos pontos em que o trabalho da autora ecoou e se fez presente. Em uma reflexão que interroga não os acontecimentos da ditadura, mas a singularidade das experiências de sofrimento, apreendidas nas formas de dizer, expressas pelo testemunho de quem as viveu ou foi por elas afetado, a leitura da violência não apenas em termos de sua destruição, mas pelas possibilidades de reconstrução da vida depois da devastação, proposta por Das, abriu um caminho fecundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
SARTI, C. Figurações da dor: a memória no curso da vida. EXILIUM Revista de Estudos da Contemporaneidade, [S. l.], v. 3, n. 5, p. 97–128, 2022. DOI: 10.34024/exilium.v3i5.14656. Disponível em: https://periodicos.unifesp.br/index.php/exilium/article/view/14656. Acesso em: 28 jan. 2023.
Seção
Dossiê

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)