Gestão Pública: Relação do Processo de Trabalho entre Funcionalismo Público e Terceirizado em uma Unidade de Saúde

  • JACQUELINE APARECIDA FREITAS
  • WALTER ALOISIO SANTANA

Resumo

O presente estudo pretende identificar a relação do processo de trabalho entre o funcionalismo público e o terceirizado. Entretanto, no serviço público, a terceirização pressupõe uma mudança na gestão da organização, onde implica avaliar os riscos e dificuldades que podem surgir dentro de uma instituição durante essa transição de mudanças administrativas. Trata-se de uma pesquisa exploratória, fundamentada em revisão bibliográfica nas bases Lilacs (Literatura Latino-Americana em Ciências da. Saúde) e Scielo (Scientific Electronic Library Online) em artigos em português que abordam o tema de estudo na última década. Nos resultados encontrados, destaca-se a precarização em relação as condições de trabalho, a importância do relacionamento interpessoal e percepção da importância do papel do gestor na elaboração, planejamento, controle e avaliação no processo de mudanças para conseguir coordenar todas as situações. O diagnóstico da cultura organizacional possibilita a formação de uma equipe motivada pode ser o principal aspecto para o que o Estado consiga aumentar sua produtividade e quantidade na prestação dos serviços.

Palavras chaves: Gestão Pública; Funcionalismo Público; Cultura Organizacional; Organizações Sociais; Terceirização na Administração Pública.

Biografia do Autor

JACQUELINE APARECIDA FREITAS

Secretaria Municipal de Saúde, Enfermeira- PMB

WALTER ALOISIO SANTANA

Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo - FATEC, Carapicuíba e Barueri (Brasil)

Publicado
2019-12-02
Como Citar
FREITAS, J. A., & SANTANA, W. A. (2019). Gestão Pública: Relação do Processo de Trabalho entre Funcionalismo Público e Terceirizado em uma Unidade de Saúde. Revista Internacional De Debates Da Administração & Públicas - RIDAP, 4(1), 116-131. Recuperado de https://periodicos.unifesp.br/index.php/RIDAP/article/view/11366