Estratégias de Intervenção para Habilitação de Crianças Deficientes Visuais em Instituições Especializadas

Estudo Comparativo

Autores

  • Andrea Sanchez Navarro Fisioterapeuta graduada pela Universidade Bandeirante - UNIBAN
  • Sissy Veloso Fontes Fisioterapeuta, educadora tísica e prolessera da UNIBAN e Universidade Santa Cecilia - UNISANTA
  • Marcia Maiumi Fukujima Neurologista, professora da UNIBAN e UNISANTA.

DOI:

https://doi.org/10.34024/rnc.1999.v7.8967

Palavras-chave:

Criança, deficiente visual, estimulação precoce, instituição especializada

Resumo

As crianças deficientes visuais possuem dificuldades em adquirir o conhecimento do seu próprio corpo, dos objetos a sua volta e dos conceitos espaciais imprescindiveis para o desenvolvimento neuropsicomotor normal. Na pesquisa de campo observamos que a forma mais utilizada pelos profissionais da habilitação de deficientes visuais foi o método denominado "Estimulação Precoce", utilizado também em crianças com encefalopatia crônica não-progressiva. Esse método consiste de avaliação do processo de desenvolvimento da criança e, com base nesta avaliação, iniciam-se estimulos de forma a propiciar a facilitação do seu desenvolvimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

Thylefors B. A global initiative for the elimination of avoidable blindness. Am J Ophthalmol, 125: 90-3, 1998.

Ciria M. La construcción del espacio en el nino através de la informacion táctil. Madrid, Trotta 1993; 13-91.

Veitzman S. 0 desenvolvimento normal e anormal da visão. Sao Paulo, Santa Casa 1992; 1-60.

Javitt JC. Preventing blindness in americans: the need for eye health education. Surv Ophthalmol, 40: 41-4, 1995.

Umphred D. Fisioterapia Neurológica. 2 ed. São Paulo, Manole, 1994; 701-733.

Deksa J. Medicina de reabilitação. São Paulo, Manole, 1992; 3 e 453.

Verissimo H. A aprendizagem e déficit visual. Rio de Janeiro, Guanabara koogan, 1980; 52-69.

Agbeia AM 8. Cookey-Gam Al. Rehabilitation of the blind: a review. East Air Med J, 69: 341-4, 1992.

Ramirez F. Intervenção educativa. Espana, Caidv, 1989; 112-131.

Barraga N. Textos reunidos. Madrid, Guias, 1997; 14-79.

Bobath K. Transtornos cerebromotores en el nino. Buenos Aires, Editorial Medica Panamericana, 1992; 185-193.

Revuelta R. Primeiros passos. Madrid, Guias 1994; 5-46.

Revuelta R. Palmo a palmo. Madrid, Guias, 1993; 17-63.

Downloads

Publicado

1999-04-30

Como Citar

Navarro, A. S., Fontes, S. V., & Fukujima, M. M. (1999). Estratégias de Intervenção para Habilitação de Crianças Deficientes Visuais em Instituições Especializadas: Estudo Comparativo. Revista Neurociências, 7(1), 13–21. https://doi.org/10.34024/rnc.1999.v7.8967

Edição

Seção

Artigos Originais
Recebido: 2019-03-05
Publicado: 1999-04-30

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 2 3 4 5 6 7