DESCOBRINDO O EGITO ANTIGO NA MODERNIDADE: A CONTRIBUIÇÃO DO ANTIQUARISTA GIOVANNI BELZONI (1816-1819)

Autores

  • Natascha de Andrade Eggers Universidade Federal do Paraná - UFPR

DOI:

https://doi.org/10.31669/herodoto.v1i1.22

Palavras-chave:

Giovanni Belzoni, Egito antigo, antiquarismo no Oriente, usos do passado, cultura material, identidade nacional.

Resumo

O principal objetivo do presente artigo é compreender a relação entre o Império Britânico e o Antigo Egito, a fim de demonstrar como os europeus, em especial os britânicos, utilizaram a imagem da civilização egípcia para a construção de uma identidade e memória nacional. Dessa forma, destaca-se o relevante papel que os viajantes antiquaristas tiveram neste processo, pois ao realizarem suas viagens deixavam registradas todas as suas impressões a respeito das culturas dos locais por onde passavam e, também, da cultura material que encontravam. Tais relatos eram constantemente lidos na Europa e utilizados como fonte de conhecimento, pois traduziam para o europeu o “outro” e relatavam suas interpretações a respeito do passado e presente de determinado local. Dessa forma, analiso o diário de viagem do antiquarista Giovanni Belzoni com a intenção de compreender como seu discurso pode ter contribuído para tal afirmação nacional, uma vez que este ajudou a construir uma grande coleção de peças egípcias do Museu Britânico, na Inglaterra.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natascha de Andrade Eggers, Universidade Federal do Paraná - UFPR

Mestranda em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) - bolsista Cnpq. Graduada em História (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Federal do Paraná (2013). Realiza pesquisas relacionadas ao antiquarismo no Egito durante o século XIX, com foco na relação entre o Império Britânico e o Antigo Egito.

Downloads

Publicado

2016-04-13

Como Citar

Eggers, N. de A. (2016). DESCOBRINDO O EGITO ANTIGO NA MODERNIDADE: A CONTRIBUIÇÃO DO ANTIQUARISTA GIOVANNI BELZONI (1816-1819). Heródoto: Revista Do Grupo De Estudos E Pesquisas Sobre a Antiguidade Clássica E Suas Conexões Afro-asiáticas, 1(1), 091–112. https://doi.org/10.31669/herodoto.v1i1.22