O saturnismo e a queda do Império romano

  • Antonio Aguilera Martín Departamento de Pré-história, História Antiga e Arqueologia
Palavras-chave: Saturnismo, mosto, aristocracia romana

Resumo

Durante muitos anos, e de forma recorrente, alguns estudiosos da história de Roma consideraram que o saturnismo (envenenamento por chumbo) provocado pela ingestão de vinho contendo mosto, foi uma das causas principais da loucura de alguns imperadores romanos, da falta de natalidade de sua aristocracia ou, inclusive, da queda do império romano. Neste trabalho se demonstra o contrário, pois o mosto foi utilizado pelos romanos só na fabricação de vinhos de má qualidade. Portanto, precisamente o saturnismo atuou, sobretudo, dentre as camadas mais desfavorecidas da população, nunca sobre as classes altas.

##plugins.generic.paperbuzz.metrics##

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Antonio Aguilera Martín, Departamento de Pré-história, História Antiga e Arqueologia

Departament of Prehistory, Ancient History and Archaeology. University of Barcelona. Miembro de CEIPAC.

I’m responsible for tituli picti epigraphy. In addition, my research focuses on the topography of the ancient city of Rome, the Roman economy and the Roman production and distribution of food.

Publicado
2018-03-23
Como Citar
Martín, A. A. (2018). O saturnismo e a queda do Império romano. Heródoto: Revista Do Grupo De Estudos E Pesquisas Sobre a Antiguidade Clássica E Suas Conexões Afro-asiáticas, 2(2), 460-471. https://doi.org/10.31669/herodoto.v2i2.292