Homoerotismo e performances: as representações dos corpos e das relações humanas na antiguidade romana a partir das pinturas de Pompeia

  • Pérola de Paula Sanfelice Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Palavras-chave: Antiguidade Clássica, sexualidade, homoerotismo, pinturas romanas, termas romanas, Pompeia.

Resumo

Os estudos da antiguidade, dentre as disciplinas acadêmicas, são aqueles considerados como o mais conservador, no entanto, por meio da interdisciplinaridade, sobretudo a partir do diálogo com a Arqueologia, esta área de conhecimento tem conseguido alcançar perspectivas mais críticas, sobretudo, em pesquisas sobre o amor e a sexualidade. Nesse trabalho, dialogo, em grande parte, com as pesquisas produzidas pelo classicista Pedro Paulo Funari, que, por sua vez, inspirou diversos pesquisadores brasileiros a romper com os modelos normativos, questionando antigos conceitos e valores patriarcais a fim de trazer à tona uma antiguidade clássica mais libertária. Deste modo, apresento algumas discussões a respeito da sexualidade e do gênero na Antiguidade romana, incialmente, um debate de natureza teórica, e, num segundo momento trago algumas pinturas de relações eróticas com práticas diversificadas, com ênfase particular às relações homoeróticas, encontradas em uma terma suburbana do sítio arqueológico de Pompeia, a fim de evidenciar as diferentes maneiras que os indivíduos interpelavam as normas, bem como questionar as noções de pornográfico e trabalhar as relações das imagens com os seus contextos.

Biografia do Autor

Pérola de Paula Sanfelice, Pontifícia Universidade Católica do Paraná
Pérola de Paula Sanfelice é doutora em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), desenvolve pesquisas relacionadas à História antiga, Gênero e Cultura, e Teoria da história relacionada aos Usos do passado. Desenvolveu um estágio de doutorado na Universidade de Barcelona, onde trabalhou no Laboratório de Arqueologia, CEIPAC, estudando a cultura material romana e presenciando escavações arqueológicas tanto em Roma quanto em Pompeia.Atualmente, sua investigação está relacionada com as representações das divindades romanas vinculadas às práticas sexuais e aos rituais de fertilidade, nas pinturas e cultura material da antiga cidade romana de Pompeia. Atualmente participa dos Grupos de Pesquisas credenciados pelo CNPq: Antiguidade e Modernidade: Intersubjetividade e pluralidade: reflexão e sentimento na História - UFPR; História Antiga e Usos do Passado - UNIFESP ; Encruzilhadas de narrativas: discursos biográficos, história e literatura - UFPR, Gênero, sexualidade e Sociedades - USC . Tem experiência na área de História Antiga e da Arte, atuando principalmente nos seguintes temas: Gênero e Cultura, Arqueologia, Teoria da História (Usos do Passado), Pompeia, Pinturas Romanas. (Texto informado pelo autor)
Publicado
2018-03-23
Como Citar
Sanfelice, P. de P. (2018). Homoerotismo e performances: as representações dos corpos e das relações humanas na antiguidade romana a partir das pinturas de Pompeia. Heródoto: Revista Do Grupo De Estudos E Pesquisas Sobre a Antiguidade Clássica E Suas Conexões Afro-asiáticas, 2(2), 298-331. https://doi.org/10.31669/herodoto.v2i2.282