As relações entre Poesia didática e Filosofia. Hesíodo, Parmênides e Empédocles

  • Maria Cecilia Colombani Universidad de Morón
Palavras-chave: Poesia, Filosofia, ensino, Hesíodo, Parmênides, Empédocles.

Resumo

O projeto do presente trabalho consiste em recuperar certa função didática que verifica-se nos vínculos que podemos estabelecer entre poesia e filosofia. Em primeiro lugar, transitaremos por alguns tópicos que se encontram na função didática da poesia de Hesíodo no que diz respeito  à sua relação com seu irmão Perses. Em segundo lugar, iremos analisar o papel da Deusa no Proêmio do Poema de Parmênides. Finalmente, nos localizaremos no Poema de Empédocles para ver a dimensão didática que ali se desempenha no marco dos papéis que desempenham Empédocles e um tal Pausânias.

Biografia do Autor

Maria Cecilia Colombani, Universidad de Morón
María Cecilia Colombani é Professora titular de problemas filosóficos e antropologia filosófica da Facultad de Filosofía, Ciencias de la Educación y Humanidades da Universidad de Morón. Investigadora principal e coordenadora de projetos de pesquisa da Universidad de Morón. Professora titular de história da filosofia antiga e problemas especiais de filosofia antiga na Facultad de Humanidades da Universidad Nacional de Mar del Plata. Autora de diversos capítulos de livros e de mais de uma centena de artigos apresentados em congressos da área. Autora de Hesíodo, Una Introducción Crítica (Buenos Aires, Santiago Arcos Editor, 2005), Homero, Una introducción crítica (Buenos Aires, Santiago Arcos Editor, 2005) e Foucault y la política (Buenos Aires, Prometeo, 2009).
Publicado
2017-06-09
Como Citar
Colombani, M. C. (2017). As relações entre Poesia didática e Filosofia. Hesíodo, Parmênides e Empédocles. Heródoto: Revista Do Grupo De Estudos E Pesquisas Sobre a Antiguidade Clássica E Suas Conexões Afro-asiáticas, 2(1), 147-164. https://doi.org/10.31669/herodoto.v2i1.176