Em torno do gosto musical

  • Márcio José Silveira Lima Professor de Filosofia da Universidade Federal da Bahia (UFBA - Campus Barreiras); doutorando em filosofia pela USP.
Palavras-chave: música, gosto, Wagner, Debussy

Resumo

O propósito deste artigo é analisar a comparação que Nietzsche faz entre Wagner e Bizet; reconsiderando-a, pretendemos demonstrar que ela é antes de tudo estratégica. O verdadeiro motivo da crítica nietzschiana refere-se à forma como o compositor alemão subordinou a música ao drama, corrompendo, dessa forma, o gosto musical. Trata-se de situar o debate no contexto cultural da época, a fim de demonstrar que o compositor Debussy, a princípio um adepto de Wagner, rompe com ele e encontra seu estilo musical que iria revolucionar a música. Por fim, no elogio aos franceses feito por Nietzsche encontrar-se-iam elementos coincidentes com a estética musical de Debussy.

Referências

ADORNO, T. W. Filosofia da nova música. Trad. de De Magda França. São Paulo: Perspectiva, 2004.

CARPEAUX, Otto Maria. Uma nova história da música. Rio de Janeiro: Ediouro, 1999.

DEBUSSY, Claude. Monsieur Croche e outros ensaios. Trad. de Raquel Ramalhete. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1989.

HOLLAND, Dietmar. “Claude Debussy”. In: Guia Básico dos Concertos. Trad. de Reinaldo Guarany. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1987.

MORETTO, Fúlvia M. L. Caminhos do decadentismo francês. São Paulo: Perspectiva, 1989.

NIETZSCHE, Friedrich. Sämtliche Werke. Kritische Studienausgabe, Berlim: Walter de Gruyter & Co.,1967/1978. 15 vols. (Organizada por Giorgio Colli e Mazzino Montinari).

________. Sämtliche Briefe. Kritische Studienausgabe, Berlim: Walter de Gruyter & Co., 1986. 8 vols. (Organizada por Giorgio Colli e Mazzino Montinari).

________. Obras Incompletas. Col. “Os Pensadores”. Trad. de Rubens Rodrigues Torres Filho. São Paulo: Nova Cultural, 1996.

________. A Gaia ciência. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia. das Letras, 2001.

________. Além do bem e do mal. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia. das Letras, 1999.

NIETZSCHE, Friedrich. O nascimento da tragédia. Trad. de J. Guinsburg. São Paulo: Cia. das Letras, 1992.

________. O caso Wagner. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia. das Letras, 1999.

________. Nietzsche Contra Wagner. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia. das Letras, 1999.

STEINER, George. Tolstoï ou Dostoiveski. Tradução de Rose Celi. Paris: Éditions du Seuil, 1963.

WAGNER, Richard. Beethoven. In: Die Hauptschriften. Stuttgart, Alfred Kröner Verlag, 1956.

Publicado
2019-03-06
Seção
Artigos Originais