[1]
P. A. G. de Assis e J. M. Mazzarino, “A potencialidade do método vivências na natureza para a Educação Ambiental”, Rev. Br. Ed. Amb., vol. 10, nº 4, p. 58–78, dez. 2015.