Funcionalidade e usos de áreas verdes urbanas sob o olhar da Educação Ambiental

Autores

  • Regiane de Sá Alberto UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2017.v12.2149

Palavras-chave:

Áreas verdes urbanas, espaços públicos, educação ambiental, espaço educador

Resumo

A dinâmica atual das formações urbanas nos leva a encarar os espaços meramente como físicos e artificializados e não ambientes de possibilidades para habitar e conviver. A manutenção de espaços livres vegetados, sempre foi justificada pelo seu potencial em propiciar qualidade ambiental, por meio das funções sociais, ecológicas, estéticas e educativas. Esta breve discussão pretende colocar em perspectiva comparativa, sob a óptica da educação ambiental, a função educativa das áreas verdes urbanas e seus usos e apropriações. Considerando que o ambiente influencia nas ações humanas tanto quanto é influenciado por elas, a funcionalidade educativa destes espaços estaria em suas instalações e ordenação espacial ou na ocupação e apropriação destes espaços?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regiane de Sá Alberto, UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS Departamento de Ciências Ambientais - DCAm Laboratório de Educação Ambiental - LEA

Downloads

Publicado

30-06-2017

Como Citar

Alberto, R. de S. (2017). Funcionalidade e usos de áreas verdes urbanas sob o olhar da Educação Ambiental. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 12(2), 296–317. https://doi.org/10.34024/revbea.2017.v12.2149

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2015-07-28
Aceito: 2017-06-14
Publicado: 2017-06-30

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.