Discussão preliminar sobre a Educação Ambiental na escola Santa Teresa, Chiador (MG)

Autores

  • Marcos Vinicius Dimas Lemos PPGEO/UFJF

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.14114

Palavras-chave:

Chiaror MG, Educação Ambiental, Interdisciplinaridade, Meio Ambiente, Mudança Social

Resumo

O presente estudo aborda a Educação Ambiental (EA) no contexto brasileiro e escolar, com ênfase na Escola Municipal Santa Teresa, localizada no Município de Chiador (MG). A EA possui o potencial de transformar hábitos e até mesmo de influenciar positivamente a situação planetária, contribuindo para aprimorar a qualidade de vida daqueles que nele residem. O propósito deste trabalho é documentar o projeto de EA implementado na escola e analisar sua contribuição para a formação de uma geração consciente sobre o papel cidadão voltado à consciência ambiental. Quanto à metodologia empregada, realizou-se uma fundamentação teórica que embasou a pesquisa de campo. Sendo uma discussão inicial, a escola em questão exemplifica a viabilidade de abordar a temática ambiental de diversas formas, envolvendo ativamente os alunos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADAMS, Berenice Gehlen. O que é Educação Ambiental. Projeto APOEMA. São Paulo, 2015.

BRASIL. Constituição. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. MEC. SEF. Parâmetros Curriculares Nacionais: meio ambiente e saúde. 3ª ed. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL, Ministério da Educação. Lei Federal nº. 9.394/96, de 20.12.1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm>. Acesso em 19 de junho de 2022.

BRASILEIROS, Municípios. Enciclopédia dos Municípios. Cidade de Chiador - Minas Gerais – Volume XXIV ano 1958.

BARRADO, Gilciney. A educação o que é? A Tribuna Mato Grosso Digital. 2014. Disponível em: <http://www.atribunamt.com.br/2014/06/a-educacao-o-que-e/>. Acesso em: 07 de maio de 2022.

CARVALHO, Isabel Cristina de Moura. O ambiental como valor substantivo: uma reflexão sobre a identidade da Educação Ambiental. In: SAUVÉ, Lucie; ORELLANA, Isabel; SATO, Michèle. Textos escolhidos em Educação Ambiental: de uma América à outra. Montreal: Publications ERE-UQAM, t. 1. P. 85-90. 2002.

CHAN, Iana. Qual é a importância da Educação? Educar para Crescer. Editora Abril. 2014. Disponível em: <http://educarparacrescer.abril.com.br/politica-publica/importancia-educacao-763510.shtml>. Acesso em 15 de maio de 2022.

CIDADES, do Brasil. Cidades e Municípios Brasileiros. Disponível em: <http://www.cidade-brasil.com.br/>. Acesso em 19 de maio de 2022.

DALF, Richard. Administração: a ética da sustentabilidade e o meio ambiente. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

DUVOISIN, Ivane Almeida; RUSCHEINSKY, Aloísio. Visão sistêmica e Educação Ambiental: conflitos entre o velho e o novo paradigma. In: RUSCHEINSKY, Aloísio (Org.) Educação Ambiental: abordagens múltiplas. – 2. ed., rev. e ampl. – Porto Alegre: Penso, 2012.

FONSECA, Carlos. O papel do professor: repensando a prática pedagógica rumo à educação de qualidade. Brasil Escola. 2011. Disponível em: <http://meuartigo.brasilescola.uol.com.br>. Acesso em 12 de junho de 2022.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

GARCIA, Valéria Aroeira. O papel do social e da educação não formal nas discussões e ações educacionais. UNICAMP, 2013.

GRIPPI, Sidney. Atuação responsável & desenvolvimento sustentável: os grandes desafios do Século XXI. Rio de Janeiro: Interciência, 2005.

HENDGES, Antônio Silvio. Por que os municípios devem investir em Educação Ambiental? Revista Em Evidência – Porto Alegre/RS, n. 32, p. 48, agosto/2013.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Dados gerais do município de Chiador-MG. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/>. Acesso em 17 de agosto de 2023.

JACOBI, Pedro Roberto. Educar na sociedade de risco: o desafio de construir alternativas. Pesquisa em Educação Ambiental, v.2, n.2, p. 49-65, 2007.

LAYRARGUES, P. P. (Org.). Identidades da Educação Ambiental brasileira. Brasília: MMA/IBAMA, 2004.

LEGAL, ambiente. Educação Ambiental no Brasil. Disponível em: <http://www.ambientelegal.com.br/educacao-ambiental-no-brasil/>. Acesso em 18 de maio de 2022.

LIMA, Kátia Ketmen. Educação Ambiental na escola: uma abordagem sobre as práticas metodológicas do professor no ensino fundamental. Disponível em: <http://www.portalconscienciapolitica.com.br/products/reflex%C3%B5es-sobre-a-educa%-ambiental-como-tema-transversal-na-escola%3A-os-par%C3%A2metros-curriculares-(pcns)/>. Acesso em: 17 de maio de 2022.

LOPES, Alexandre Ferreira; FERREIRA, Déia Maria; SANTOS, Laísa Maria Ferreira dos. Educação Ambiental. V.1, 2 e 3. Rio de Janeiro: Fundação CECIERJ, 2013.

MANO, Eloisa Biasotto; PACHECO, Élen B. A. V.; BONELLI, Cláudia M. C. Meio Ambiente, Poluição e Reciclagem. 2. Ed. São Paulo: Clucher, 2010.

MENEGAZZO, Renato Fernando. Percepção ambiental por meio da fotografia: ferramenta de Educação Ambiental para além dos muros da escola. Revista Brasileira de Educação Ambiental. São Paulo, V. 13, N.4: 298-312, 2018.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. (Org). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Petrópolis/RJ: Vozes, 1994.

MMA, Conselho Nacional do Meio Ambiente. Resolução Nº 306, Julho de 2002. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res02/res30602.html>. Acesso em 20 de junho de 2022.

MMA, Ministério do Meio Ambiente. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/>. Acesso em: 15 de maio de 2022.

NARCIZO, Kaliane Roberta dos Santos. Uma análise sobre a importância de trabalhar Educação Ambiental na escola. Rev. eletrônica Mestr. Educ. Ambient. ISSN 1517-1256, v. 22, jan./jul. 2009.

OECO. O que é o IBAMA. Disponível em: <http://www.oeco.org.br/dicionario-ambiental/27857-o-que-e-o-ibama/>. Acesso em 19 de maio de 2022.

PMC, Prefeitura Municipal de Chiador. Disponível em: <http://www.chiador.mg.gov.br/>. Acesso em 19 de junho de 2022.

RUSCHEINSKY, Aloísio. Educação Ambiental: abordagens múltiplas. Porto Alegre: Artmed, 2002.

SATO, Michèle. Educação para o ambiente amazônico. 1997. 245f. Tese (Doutorado em Ciências) - Programa de Pós-graduação em Ecologia e Recursos Naturais, Universidade de São Carlos, São Carlos, 1997.

SUSTENTAVEL, Brasil. Meio Ambiente - Economia e meio ambiente no Brasil. Disponível em: <http://www.brasilsustentavel.org.br/meio-ambiente>. Acesso em: 06 de junho de 2022.

TAKADA, Mário Yudi. Educação Ambiental: Transformação Filosófica, Social e Cultura. Toledo - FIAETPP-SP, Encontro de Iniciação Científica, 2013.

VARELA, J. Categorias espaço temporais e socialização escolar: do individualismo ao narcisismo. In: COSTA, M. V. (Org.) Escola básica na virada do século: cultura, política e currículo. Porto Alegre: FACED/UFRGS Editora, 1995.

VELLOSO, Christiane Santos. Educação Ambiental na Rede Pública do Município do Rio de Janeiro: concepções, problemas e desafios. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2006.

VERDE, Pensamento. O Homem e a Destruição do Meio Ambiente. 2013. Disponível em: <http://www.pensamentoverde.com.br/meio-ambiente/o-homem-e-a-destruicao-do-meio-ambiente/>. Acesso em: 20 de junho de 2022.

YOBA, Carlos Pedro Cláver; CHOCOLATE, Francisco António Macongo. A educação social e a contribuição das famílias em Angola. Congresso Internacional de Pedagogia Social, 2010.

Downloads

Publicado

01-10-2023

Como Citar

Lemos, M. V. D. (2023). Discussão preliminar sobre a Educação Ambiental na escola Santa Teresa, Chiador (MG). Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 18(6), 52–70. https://doi.org/10.34024/revbea.2023.v18.14114

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2022-07-23
Aceito: 2023-08-17
Publicado: 2023-10-01

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.