Interdisciplinaridade e Educação Ambiental: um olhar sobre o declínio das abelhas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2022.v17.12667

Palavras-chave:

Educação Ambiental; Interdisciplinaridade; Radiações eletromagnéticas não ionizante; Polinizadores.

Resumo

O estudo apresenta uma análise de resultados de dissertações e artigos científicos, publicados em Bases de Dados das áreas de ensino de Ciências e Biomedicina no período de 2016 a 2020, acerca de pesquisas relacionadas ao ensino das radiações eletromagnéticas numa abordagem interdisciplinar. Em paralelo à investigação, buscou-se, ainda, trabalhos que discutiram a interação entre a radiação produzida pelos celulares, as estações de rádio base e as abelhas com vistas a compor uma transposição didática interdisciplinar, relacionando conceitos de eletromagnetismo e de Biologia. Trata-se de uma pesquisa de revisão de literatura, de natureza qualitativa e do tipo bibliográfico. Diante do estudo realizado, foi possível identificar que a abordagem da perspectiva interdisciplinar no ensino do Eletromagnetismo vem sendo pouco explorado no processo de ensino-aprendizagem de Física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Crisilandia de Nave Silva, Universidade Federal de Mato Grosso

Mestranda na Universidade Federal de Mato Grosso. Possui graduação em Física pela Faculdade de Formação de Professores de Araripina- PE (2015). Atualmente é professora - Escola Estadual Papa João Paulo II, Itaúba, MT. 

Roseli Feistel, Universidade Federal de Mato Grosso

Possui Graduação em Física (Licenciatura) pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (2002), Mestrado em Educação nas Ciências pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (2006) e Doutorado em Educação Científica e Tecnológica pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Atualmente é Docente Adjunta IV da Universidade Federal de Mato Grosso - Campus Universitário de Sinop, atuando também como docente e orientadora do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências da Natureza e Matemática do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da Natureza e Matemática (PPGECM). Também atua como Membro do Conselho Municipal de Educação de Sinop/MT. Tem experiência na área de Educação, Ensino de Ciências, Ensino de Física, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino de Ciências/Física, Formação de Professores, Currículo, Interdisciplinaridade, Abordagem Temática, Ensino-aprendizagem.

Carmen Wobeto, Universidade Federal de Mato Grosso

 Possui graduação em Química pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (2000), mestrado em Agroquímica e Agrobioquímica pela Universidade Federal de Lavras (2003) e doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal de Viçosa (2007). Atualmente é professor Associado da Universidade Federal de Mato Grosso. Atua como docente colaborador no Programas de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da Natureza e Matemática (UFMT - Campus de Sinop). Tem experiência na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, com ênfase em Química e Bioquímica dos Alimentos e das Mat-Primas Alimentares, atuando principalmente nos seguintes temas: análise físico-química de alimentos e bioprospecção de produtos apícolas e meliponícolas. Atua na área de Ensino de Ciências, em Educação CTSA, envolvendo temas de abelhas nativas como instrumento de educação ambiental.

Jean Reinildes Pinheiro, Universidade Federal de Mato Grosso

Possui graduação em Licenciatura em Física pela Universidade Federal de Mato Grosso (2000), Mestrado em Física pela Universidade Federal do Ceará (2003) e Doutorado em Física Ambiental pela Universidade Federal de Mato Grosso (2016). Atualmente é coordenador do Curso de Ciências Naturais e Matemática - Física, Licenciatura, da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Sinop e Professor Adjunto II. Atua como docente no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências da Natureza e Matemática (UFMT - Sinop). Tem experiência na área de Ciências Ambientais com ênfase em Micrometeorologia, Sensoriamento Remoto e Análises Espaciais, e na área da Educação, em Ensino de Ciências/Física, Educação Ambiental e Formação de Professores.

Referências

BARCELLOS, L. S. O ensino da interação radiação-corpo humano nos anos iniciais do Ensino Fundamental: uma abordagem investigativa e colaborativa com enfoque Ciência, Tecnologia e Sociedade. 2017. Dissertação (Mestrado em Ensino de Física) - Centro de Ciências Exatas, UFES, Vitória, 2017.

BRASIL. Lei Nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l6938compilada.htm>. Acesso: 29 jun. 2020.

BRASIL. Lei Nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9795.htm>. Acesso: 29 jun. 2020.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Básica. Brasília: MEC/SEB; DICEI, 2013. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/docman/julho-2013-pdf/13677-diretrizes-educacao-basica-2013-pdf/file>. Acesso: 30 jun. 2020.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Bases Legais. Brasília: MEC/SEB. 2000. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/blegais.pdf>. Acesso: 30 jun. 2020.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC/CONSED/UNDIME, 2017. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf>. Acesso: 30 jun. 2020.

CARVALHO, I. C. M. Educação Ambiental: a formação do sujeito ecológico. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

CHEVALLARD, Y. Sobre a teoria da transposição didática: algumas considerações introdutórias. Revista de Educação, Ciências e Matemática, v. 3, n. 2, 2013.

ERDOĞAN, Y.; CENGIZ, M. M. Effect of Electromagnetic Field (EMF) and Electric Field (EF) on Some Behavior of Honeybees (Apis mellifera L.). bioRxiv, [s.l], p. 1-18, abr. 2019.

FAO. Food and Agricultural Organization. Conservation and management of pollinators for sustainable agriculture - the international response. In: FREITAS, B. M.; PEREIRA, J. O. P. (eds.) Solitary bees: conservation, rearing and management for pollination. Imprensa Universitária. Fortaleza, Brasil. p. 19-25, 2004.

FAVRE, D. Mobile phone-induced honeybee worker piping. Apidologie, Alemanha, v. 42, n, 3, p. 270-279, abr. 2011.

FAZENDA, I. C. A. Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia. São Paulo: Loyola, 2011, 176 p.

FAZENDA, I. C. A. A aquisição de uma formação interdisciplinar de professores. In: FAZENDA, I. C. (org.). Didática e Interdisciplinaridade. 13. ed. Campinas: Papirus, 2008. p. 11-20.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Educação & Sociedade, Campinas, v. 23, n. 79, p. 257-272, ago. 2002.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.176 p.

GOMES, R. W. Por uma Educação Ambiental crítica/emancipatória: dialogando com alunos de uma escola privada no município de Rio Grande/RS. Ciência e Natura - Revista do Centro de Ciências Naturais e Exatas, Santa Maria, v. 36, n. 3, p 430-440, set./dez. 2014.

IMPERATRIZ-FONSECA, V. L.; NUNES-SILVA, P. As abelhas, os serviços ecossistêmicos e o Código Florestal Brasileiro. Biota Neotropical, v. 10, n. 4, p. 59-62, 2010.

JAPIASSU, H. Interdisciplinaridade e patologia do saber. Rio de Janeiro: Imago, 1976. 111p.

KERR, W. E. et al. Aspectos pouco mencionados da biodiversidade amazônica. Parcerias Estratégicas, Brasília, v. 6, n. 12, p. 20-41, set. 2001.

KUMAR, S. S. Colony Collapse Disorder (CCD) in Honey Bees Caused by EMF Radiation. Bioinformation, [s.l], v. 14, n. 9, p. 421-424, dez. 2018.

MATOS, F. F. A interdisciplinaridade como objeto da Educação Ambiental: uma análise da produção científica da área. Revista Brasileira de Educação Ambiental, São Paulo, v. 11, n. 2, p. 178-191, 2016.

MEDEIROS, A. B. et al. A importância da Educação Ambiental na escola nas series iniciais. Revista Faculdade Montes Belos, v. 4, n. 1, set. 2011.

MORAIS, C. R. et al. Ecotoxicological effects of the insecticide fipronil in Brazilian native stingless bees Melipona scutellaris (Apidae: Meliponini). Chemosphere, v. 206, p. 632-642, 2018.

NUNES, D. S. Comunidades investigativas no Ensino de Física: uma abordagem interdisciplinar da radiação do corpo negro. 2019. Dissertação (Mestrado em Ensino de Física) - Instituto de Física, UNB, Brasília, 2019.

ODEMER, R.; ODEMER, F. Effects of radiofrequency electromagnetic radiation (RF-EMF) on honey bee queen development and mating success. Science of The Total Environment, [s.l], v. 661, p. 553-562, abr. 2019.

OKUNO, E.; YOSHIMURA, E. M. Física das radiações. São Paulo: Oficina de Textos, 2010. 296 p.

PATEL, S.; MALL, P. Effect of electromagnetic radiations on the foraging activity of Apis mellifera L. Journal of Experimental Zoology, India, v. 22, n. 1, p. 449-451, 2019.

PINHEIRO, N. A. M.; SILVEIRA, R. M. C. F.; BAZZO, W. A. Ciência, Tecnologia e Sociedade: a relevância do enfoque CTS para o contexto do Ensino Médio. Ciência & Educação, Bauru, v. 13, n. 1, p. 71-84, abr. 2007.

RAMOS, I. L; VASCONCELOS, T. N. H. Prática pedagógica a partir da aplicação de atividades contextualizadas sobre o tratamento de água no ensino de Química e Educação Ambiental. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, v. 6, n. 3, p. 72-90, 2015.

SANTANA. G. R. A; GAMA, J. A. S; SANTOS, E. B. Análise da inserção da Educação Ambiental nas escolas estaduais da região central da Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais (AL). Revista Brasileira de Educação Ambiental, v. 13, n. 4, p. 216-227, 2018.

SHEPHERD, S. et al. Extremely Low Frequency Eletromagnetic Fields impar the Cognitive and Motor Abilities of Honey Bees. Scientific reports, [s.l], v. 8, n. 7932, p. 1-9, maio 2018.

SILVA, W. C. Radiação ultravioleta: inserção de Física Moderna no Ensino Médio por meio de efeitos biológicos da radiação UV. 2017. 142 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências) - Instituto de Ciências Exatas e Biológicas, UFOP, Ouro Preto, 2017.

TAYE, R. R. et al. Effect of electromagnetic radiation of cell phone tower on foraging behaviour of Asiatic honey bee, Apis cerana F. (Hymenoptera: Apidae). Journal of Entomology and Zoology Studies, v. 5, n. 3, p. 1527-1529, abr. 2017.

WYSZKOWSKA, J.; GRODZICKI, P; SZCZYGIEŁ, M. Electromagnetic fields and colony collapse disorder of the honeybee. Przegląd Elektrotechniczny, [s.l], v. 95, p. 137-140, jan. 2019.

ZUBRZAK, B. et al. Thermal and acoustic changes in bee colony due to exposure to microwave electromagnetic field–preliminary research. Przegląd Elektrotechniczny, [s.l], v. 94, p. 262-265, dez. 2018.

Downloads

Publicado

01-02-2022

Edição

Seção

Artigos
Recebido: 2021-08-30
Aceito: 2021-12-01
Publicado: 2022-02-01

Artigos Semelhantes

<< < 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.