Produção de uma cartilha educacional sobre fossas sépticas

Português

Autores

  • Amarildo Otávio Martins Universidade Federal de Santa Catarina
  • Elisângela Silva Lopes Ricardo Instituto Federal Catarinense – Campus Blumenau.
  • Hélvio Silvester Andrade de Sousa Instituto Federal Catarinense – Campus Blumenau.
  • Priscila Lemke Instituto Federal Catarinense – Campus Blumenau.
  • Vanessa de Souza Instituto Federal Catarinense – Campus Blumenau.

DOI:

https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.12336

Palavras-chave:

Cartilha educacional, fossa séptica, design gráfico, saúde pública, educação ambiental.

Resumo

O sistema de fossa séptica-filtro é um tratamento de esgoto doméstico que ocorre pela ação de microrganismos, que são responsáveis pela decomposição da matéria orgânica. Foi desenvolvido uma cartilha educacional com relação ao conceito, funcionamento e manutenção das fossas sépticas e filtros anaeróbios, elaborada por estudantes do IFC, utilizando um programa de design gráfico. A cartilha complementa as políticas públicas de saneamento na cidade de Pomerode (SC), que através de um Diagnóstico Amostral identificou que 91,70% da população utiliza o tratamento unifamiliar de esgoto doméstico através do sistema de Fossa Séptica e filtro anaeróbio; ressaltando a importância da elaboração da cartilha educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABNT – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - NORMA 13969, 2021 Tanques sépticos - Unidades de tratamento complementar e disposição final dos efluentes líquidos - Projeto, construção e operação. Disponível em: <https://www.abntcatalogo.com.br/norma.aspx?ID=3633>. Acesso em 12-03-2021.

ABNT – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS - NORMA 7229, 2021 Projeto, construção e operação de sistemas de tanques sépticos. Disponível em: https://www.abntcatalogo.com.br/norma.aspx?ID=4522#. Acesso em 12-03-2021.

BRASIL. Marco legal do saneamento - Lei Nº 14.026 de 15 de Julho de 2020. Atualiza o marco legal do saneamento básico e altera a Lei nº 9.984, de 17 de julho de 2000, para atribuir à Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) competência para editar normas de referência sobre o serviço de saneamento. Brasília, 2020.

DA COSTA, C. C.; GUILHOTO, J.J.M. Saneamento rural no Brasil: impacto da fossa séptica biodigestora. Eng. Sanit. Ambiental. Rio de Janeiro, 2014, Edição especial pp 51-60.

DA SILVA REIS, N.S.; SANTOS, P.V.C. J. Caracterização das condições de manutenção e dos usos da zona costeira do município de São Luís (MA): A Educação Ambiental como alternativa de amenização de impactos. Revista Brasileira de Educação Ambiental, v.15, n.5, 2020. pp 333-344.

DE VICQ, R.; PRAÇA LEITE, M. G. Avaliação da implantação de fossas sépticas na melhoria na qualidade de águas superficiais em comunidades rurais. Eng Sanit Ambient. Rio de Janeiro, 2014. pp 411-416.

EMBRAPA – EMPRESA BRASILEIRA DE AGROPECUÁRIA. Como montar e usar a fossa séptica modelo Embrapa: cartilhas adaptadas ao letramento do produtor. Brasília, 2014.

FOCESI, P. Educação Ambiental, Qualidade de Vida e Sustentabilidade. Saúde e Sociedade. São Paulo.1998. pp 19-31.

FUNASA, FUNDAÇÃO NACIONAL DA SAÚDE / MINISTÉRIO DA SAÚDE. Manual de Saneamento. Brasília, 2004.

FURB – FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE REGIONAL DE BLUMENAU – Pomerode Relatório Final: Diagnóstico Amostral dos Sistemas Individuais de Tratamento de Esgoto Doméstico. Disponível: <https://static.fecam.net.br/uploads/1534/arquivos/1276812_Relatorio_Pomerode.pdf>. Acesso em 12-03-2021.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍTICA. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/sc/pomerode.html. Acesso em 12-03-2021>. Acesso em 12-03-2021.

IFC – INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE. Fossa Séptica e Filtro-anaeróbio: Conceitos e Dicas de Manutenção. Disponível em: <http://blumenau.ifc.edu.br/noticias/2021/06/09/cartilha-ensina-manutencao-de-fossas-e-filtros-anaerobicos>. Acesso em 15-06-2021.

MARTINS, A.B.C.; ROCHA J.P.; DE SANTANA C.G. Análise dos impactos causados pelo lançamento de efluentes domésticos não tratados e sua relação com a capacidade de autodepuração de um corpo hídrico. Revista do Centro de Estudos em Desenvolvimento Sustentável. Maranhão, 2018.

MINISTÉRIO DA SAÚDE / SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE. Saúde Brasil 2018: Uma análise da situação de saúde e das doenças e agravos crônicos: desafios e perspectivas. Brasília, 2019.

SNIS – SISTEMA NACIONAL DE INFORMAÇÕES SOBRE SANEAMENTO. 24º Diagnóstico dos Serviços de Água e Esgotos - Brasília, 2019.

TISCHER; V. Planos municipais de saneamento básico: Estratégias de Educação Ambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental, V.11, n.2, 2016, pp 203-215.

Downloads

Publicado

2021-12-01

Como Citar

Martins, A. O., Ricardo, E. S. L., Sousa, H. S. A. de, Lemke, P., & Souza, V. de. (2021). Produção de uma cartilha educacional sobre fossas sépticas: Português. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 16(6), 162–173. https://doi.org/10.34024/revbea.2021.v16.12336

Edição

Seção

Relatos de Experiências
Recebido em 2021-06-23
Aceito em 2021-08-30
Publicado em 2021-12-01