Estágio e formação na prática pedagógica em creches públicas italianas

Autores

  • Agnese Infantino Universidade de Milano-Bicocca

DOI:

https://doi.org/10.34024/olhares.2013.v1.8

Resumo

O estágio universitário na formação dos futuros professores de creches pode ser uma ocasião importante para aproximar a formação na prática na creche e aquela de base, a partir da centralidade da dimensão da prática. É no contato com a prática educativa que os estudantes podem desenvolver um pensamento reflexivo e crítico, competência fundamental no trabalho educativo, em particular com a primeira infância. As figuras da professora tutora de creche e do supervisor em sala sustentam o desenvolvimento de processos de aprendizagem e de conhecimento em que os estudantes desempenham um papel ativo, de protagonistas diretos na criação do saber. Em particular, merecem ser investigadas as dinâmicas da formação na prática das quais participam, em uma marcada interação mútua, estagiário e tutor. Esclarecer e conhecer melhor as modalidades desta relação formadora daria uma contribuição ao valor da prática como dimensão constitutiva do saber e da formação em educação. O artigo descreve um percurso de estágio universitário destinado a estudantes que escolheram o âmbito da primeira infância, discutindo os principais nós críticos e pontos fortes do planejamento educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-05-03

Como Citar

Infantino, A. (2013). Estágio e formação na prática pedagógica em creches públicas italianas. Olhares: Revista Do Departamento De Educação Da Unifesp, 1(1), 07–39. https://doi.org/10.34024/olhares.2013.v1.8