[1]
Lobão, C.A.F. et al. 2015. Cefaleia entre auxiliares de enfermagem que trabalham em hospitais de emergência. Revista Neurociências. 23, 2 (jun. 2015), 182–189. DOI:https://doi.org/10.34024/rnc.2015.v23.8020.