[1]
M. Chauí, “Filosofia seiscentista: a descoberta da subjetividade?”, limiar, vol. 5, nº 10, p. 3-24, set. 2019.