[1]
P. Funari e R. Garraffoni, “A aculturação como modelo interpretativo: o estudo de caso da romanização”, herodoto, vol. 3, nº 2, p. 246-255, jan. 2019.