[1]
R. Pinto, “Uma morte muito exagerada: Robin G. Collingwood e a "romanização" da Bretanha romana”, Herodoto, vol. 2, nº 2, p. 522–543, mar. 2018.