Islã político: origens e atualidades

sources and current situation

  • Esther Solano Gallego Doutoranda em Ciências das Religiões pela Universidade Complutense de Madri com ênfase em teologia, jurisprudência islâmicas. Atualmente escreve tese de doutorado sobre o Xiismo no Brasil.
Palavras-chave: Islã, Islamismo, oposição, endógeno, conflito, fiqh.

Resumo

O presente artigo retrata as origens dos denominados partidos políticos islamitas, assim como a sua presença atual nos países islâmicos e sua fundamentação ideológica. A proposta para entender estes grupos é con­siderá-los como movimentos de oposição política endógena, assim como fundados em situações de confronto nacional, internacional ou repressão política. Também, oferece-se, a partir das suas origens e características variadas, um breve resumo de alguns dos movimentos islamistas mais importantes da atualidade. Esta análise está focada na sua diversidade e na complexa estrutura política, humanitária e, às vezes, militar, que estas organizações têm.

Referências

AYUBI, Nazih. El Islam político. Teorías, tradición y rupturas. Barcelona: Bellaterra, 2000.

BINDER, Leonard. Islamic Liberalism: A Critic of Development Ideologies. Chicago: Chicago University Press, 1988

LEVITT, Matthew. Hamás. Barcelona: Edigrabel S.A., 2008.

MARTÍN, Javier. Hizbulah. El brazo armado de Dios. Madrid: Catarata, 2005.

MADAWI, al-Rashid. A History of Saudi Arabia. Cambridge: Cambridge University Press, 2002.

MENORET, Pascal. Arabia Saudí. El reino de las ficciones. Barcelona: Bellaterra, 2004.

SOLER, Eduard. “Arabia Saudí: familia, religión y petróleo”. In: Izquiero, Ferrán (ed) Poder y Regímenes en el mundo árabe contemporáneo. Barcelona: Ed. Fundación CIBOD, 2009.

Publicado
2017-12-22
Como Citar
Gallego, E. S. (2017). Islã político: origens e atualidades. Revista Hades, 1(1), 1-13. https://doi.org/10.34024/hades.2017.v1.7950
Seção
Artigos