Nações, fronteiras e relações étnicas na comunidade indígena-quilombola do Baixão (Vitória da Conquista, BA)

Autores

  • Vivian Ingridy de Carvalho Lima Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB)
  • Washington Santos Nascimento Universidade do Estado do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.4013/csu.2018.54.1.03

Resumo

Pretendemos, neste artigo, fazer uma discussão sobre a história da comunidade do Baixão, localizada na zona rural de Vitória da Conquista (BA), formada a partir dos processos de misturas e mestiçagens entre indígenas e africanos. Por meio da análise das memórias dos seus moradores, pretendemos mostrar o processo de construção de uma nova identidade, a identidade quilombola, por conta de um processo de certificação territorial recente.

Palavras-chave: comunidade quilombola, memória, identidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Washington Santos Nascimento, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo - USP (2013). Mestre em Antropologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP (2008). Especialista em Memória, História e Historiografia pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB (2006). Especialista em Educação Superior pelas Faculdades Internacionais de Curitiba FACINTER (2004). Graduado em História pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB (2003). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Tem experiência na área de História, com ênfase em História da África, atuando principalmente nos seguintes temas: Angola, Luanda, memória, afrodescendentes e escravidão.

Downloads

Publicado

2018-03-18

Como Citar

de Carvalho Lima, V. I., & Nascimento, W. S. (2018). Nações, fronteiras e relações étnicas na comunidade indígena-quilombola do Baixão (Vitória da Conquista, BA). Ciências Sociais Em Revista, 54(1), 21–36. https://doi.org/10.4013/csu.2018.54.1.03

Edição

Seção

Artigos