Consumismo na pós-modernidade: uma questão de gênero?

Autores

  • Patrícia Fasolo Romani PUCRS
  • Gustavo Espíndola Winck PUCRS
  • Marlene Neves Strey PUCRS

DOI:

https://doi.org/10.4013/csu.2013.49.3.05

Resumo

Este texto aborda uma discussão sobre o consumo excessivo na pós-modernidade e seus atravessamentos na subjetividade feminina. Sob uma perspectiva teórica pautada nas ciências sociais e nos estudos de gênero, a conduta consumista e seu viés patológico são pensados principalmente como produtos sintomáticos de transformações socioculturais, que repercutem na vida emocional das mulheres.

Palavras-chave: consumo, compulsão, gênero, sociedade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Fasolo Romani, PUCRS

Psicóloga, Especialista em Psicologia Clínica (Instituto Fernando Pessoa), em Psiquiatria Forense, Saúde Mental e Lei (UFCSPA), Mestre em Saúde Coletiva (ULBRA), cursando Especialização em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental (PUCRS) e Doutorado em Psicologia (PUCRS), membro do grupo de pesquisa Relações de gênero.

Gustavo Espíndola Winck, PUCRS

Psicólogo, Especialista em Avaliação Psicológica (UFRGS), Mestre em Psicologia Social (PUCRS), cursando doutorado em psicologia (PUCRS), membro do grupo de pesquisa Relações de gênero.

Marlene Neves Strey, PUCRS

Psicóloga, doutora em Psicologia Social, professora da graduação e pós-graduação em psicologia na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, coordenadora do grupo de pesquisa Relações de gênero.

Downloads

Publicado

2013-11-25

Como Citar

Romani, P. F., Winck, G. E., & Strey, M. N. (2013). Consumismo na pós-modernidade: uma questão de gênero?. Ciências Sociais Em Revista, 49(3), 263–268. https://doi.org/10.4013/csu.2013.49.3.05

Edição

Seção

Dossiê: Consumo: interfaces contemporâneas