Uma reflexão contemporânea sobre o conceito de ócio pela perspectiva dos Estudos Culturais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.4013/csu.2023.59.3.04

Palavras-chave:

Ócio;, ambiente, subjectividade, Estudos Culturais

Resumo

Este artigo propõe uma discussão sobre o conceito de ócio no contexto das sociedades contemporâneas, marcadas pelo consumismo e pela aceleração da vida cotidiana. Apresentamos as principais linhas de pesquisa ibero-americana e anglo-saxônica e propomos uma reflexão inspirada em princípios teóricos e epistemológicos dos Estudos Culturais. A partir de um estudo etnográfico na iniciativa comunitária Aveiro em Transição, fazemos uma análise da ideia de ócio por meio da dimensão ambiental. As contribuições deste estudo incluem a problematização do conceito de ócio à luz de modos de vida ambientalmente sustentáveis, com mais significados para os sujeitos, e do desenvolvimento do senso de comunidade. O artigo contribui também para compreender como experiência e subjetivação são temas centrais para os estudos do ócio. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tatiana Lopes Vargas, Universidade do Minho

Tatiana Vargas é PhD em Comunicação e Cultura pelo Programa Doutoral em Estudos Culturais pelas Universidades de Aveiro e Minho, Portugal. Mestre em Ciências da Comunicação - Cultura, Património e Ciência pela Universidade do Porto e Bacharel em Comunicação Social -  Relações Públicas pela Universidade Federal de Santa Maria. É integrante do Grupo de Pesquisadores em Comunicação, Ciência e Meio Ambiente (GICCA) e do Laboratório Otium de Estudos sobre Trabalho, Lazer, Ócio e Tempo Livre da Universidade de Fortaleza, Brasil. Seus interesses de pesquisa incluem questões sobre comunicação, arte, cultura e meio ambiente na perspectiva dos estudos culturais.

Anabela Carvalho, Universidade do Minho

Anabela Carvalho é Doutorada em Geografia pela University College London (2002) e Professora Associada no Departamento de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho. A sua investigação centra-se nos domínios da comunicação e ambiente, comunicação e ciência, e comunicação e envolvimento politico, com particular incidência no tema das alterações climáticas.

José Clerton Oliveira Martins, Universidade de Fortaleza

Doutor em Psicologia, pós-doutorado CAPES em Estudos sobre Ócio e Desenvolvimento. Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza.

Publicado

2024-03-12

Como Citar

Lopes Vargas, T., Carvalho, A., & Oliveira Martins, J. C. (2024). Uma reflexão contemporânea sobre o conceito de ócio pela perspectiva dos Estudos Culturais. Ciências Sociais Em Revista, 59(3). https://doi.org/10.4013/csu.2023.59.3.04