Um Oriente ao oriente do Oriente

a investigação de Johann Figl

  • Fernando de Moraes Barros Doutorando do Departamento de Filosofia da Universidade de São Paulo.
Palavras-chave: cultura asiática, estudos orientais, budismo, pensamento indiano

Resumo

O propósito do texto que se segue é o de apresentar ao público brasileiro o meticuloso e revelador artigo de Johann Figl intitulado “Os primeiros contatos de Nietzsche com o pensamento asiático”. Com ele, conta-se trazer à luz não só o particular modo de trabalho com o qual o comentador espera levar a cabo sua investigação, mas também aquilo que, no seu entender, permanece na “escuridão” para os estudiosos de Nietzsche, isto é, os primeiros anos de aprendizado do filósofo alemão.

Referências

ETTER, Annemarie, “Nietzsche und das Gesetzbuch des Manu”. In: Nietzsche Studien. Berlim: Walter de Gruyter, 1987, Vol. 16, pp. 340-352.

FRÉDÉRIC, Louis. Dictionnaire de la Civilisation Indienne. Paris: Robert Laffont, 1987.

FIGL, Johann. “Os primeiros contatos de Nietzsche com o pensamento asiático”. In: Cadernos Nietzsche 15. São Paulo, Discurso Editorial, 2003, pp. 83-103.

MISTRY, Freny Nietzsche and Buddhism, Prolegomenon to a comparative Study. Berlim/Nova York: Walter de Gruyter, 1981.

NIETZSCHE, Friedrich. Werke. Kritische Gesamtausgabe. Edição de Colli e Montinari. Berlim: Walter de Gruyter & Co., 1967-78.

_______. Sämtliche Briefe. Kritische Gesamtausgabe. Edição de Colli e Montinari. Berlim: Walter de Gruyter & Co., 1975-84.

Publicado
2019-03-06
Seção
Artigos Originais