“O valor de um caracol” ou “O nobre nietzschiano

um elogio a Cálicles?”

  • Wilson Antonio Frezzatti Jr. Doutor em Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), professor dos Cursos de Filosofia e Mestrado em Filosofia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE).
Palavras-chave: cultura, hierarquia de impulsos, Sócrates, tipo escravo, tipo nobre

Resumo

No diálogo Górgias de Platão, Cálicles apresenta características do modo de ser do aristocrata e do escravo que, aparentemente, coincidem com aquelas atribuídas por Nietzsche aos tipos nobre e escravo. No entanto, queremos alertar contra essa precipitação. Embora as características do homem fraco de Cálicles correspondam àquelas do escravo nietzschiano, há uma grande diferença entre o forte do discípulo de Górgias e o nobre do filósofo alemão.

Referências

COLLI, G.; MONTINARI, M. “Notes et variantes”. In: NIETZSCHE, F. Crépuscule des idoles. Traduits par J.-C. Hémery. Paris: Gallimard, 1996.

FREZZATTI Jr., W. A. Nietzsche contra Darwin. São Paulo: Discurso / UNIJUÍ, 2001.

GIACOIA JUNIOR, Osvaldo. “O Platão de Nietzsche. O Nietzsche de Platão” in: Cadernos Nietzsche (3), 1997.

NIETZSCHE, F. W. Sämtliche Werke. Kritische Studienausgabe. G. Colli e M. Montinari (Hg). Berlim: Walter de Gruyter, 1980. 15 v.

PLATÃO. Górgias. 3ª edição. Tradução J. Bruna. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

_______ . Complete works. Edited by J. M. Cooper. Indianapolis: Hackett, 1997.

Publicado
2019-03-06
Seção
Artigos Originais