A crítica da concepção de substância em Nietzsche

  • Eduardo Nasser Pós-Graduando do Departamento de Filosofia da USP.
Palavras-chave: vir-a-ser, “erro”, memória, sujeito, ente

Resumo

O objetivo deste artigo é examinar, em primeiro lugar, como Nietzsche ingressa na trilha aberta por Heráclito para recusar ontologicamente o substancialismo. Em segundo lugar, nosso esforço será de elucidar de que maneira a categoria da substância é, para o pensamento nietzschiano, uma construção do vivente, que, além de não encontrar correspondência com o mundo da vontade de potência, carece de qualquer necessidade a priori.

Referências

ARISTÓTELES. The Complete Works. Editado por Jonathan Barnes. Princeton: Princeton Univ. Press, 1995.

________. Metafísica. Tradução de Tomás Calvo Martínez. Madri: Ed. Gredos, 1998.

AXELOS, K. Héraclite et la philosophie. Paris: Ed. de Minuit, 2005.

DHERBEY, G. Lês choses mêmes. Lausanne: L´Age d´Homme, 1983.

FRANCK, D. Nietzsche et l´ombre de Dieu. Paris: PUF, 1998.

KANT, I. Crítica da Razão Pura. Tradução de Manuela P. dos Santos e Alexandre F. Mourão. Lisboa: Fund. Calouste Gulbenkian, 1997.

KIRK, G.; RAVEN, J.E; SCHOEFIELD, M. Os Filósofos Pré-Socráticos. Tradução de Carlos Alberto Louro Fonseca. Lisboa: Fund. Calouste Gulbenkian, 2005.

MOLES, A. Nietzsche´s Philosophy of Nature and Cosmology. Nova Iorque: Peter Lang, 1990.

NIETZSCHE, F. Sämtliche Werke. Kritische Studienausgabe in 15 Bänden. Berlim: Walter de Gruyter, 1999.

________. A Gaia Ciência. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

________. Além do Bem e do Mal. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

NIETZSCHE, F. Genealogia da Moral. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

________. Crepúsculo dos Ídolos. Tradução de Marco A. Casa Nova. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2000.

________. Ecce Homo. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

PUECH, M. Kant et la causalité. Paris: Vrin, 1990.

STRAWSON, P.F. Entity and Identity. Oxford: Oxford University Press, 1997.

Publicado
2019-03-06
Seção
Artigos Originais