Tropeços nacionalistas

Lutero na berlinda

  • Ivo da Silva Júnior Professor de Filosofia Contemporânea da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
Palavras-chave: nacionalismo, identidade, política, ressentimento

Resumo

O propósito deste trabalho consiste em mostrar que as investidas de Nietzsche contra o pensamento de Lutero não ocorrem, como comumente se pensa, apenas por conta do caráter cristão que o filósofo combate no protestantismo. Assumindo posições claramente antinacionalistas em sua obra de maturidade, Nietzsche elegerá como alvo principal de seus ataques a Lutero um aspecto pouco explícito da Reforma, qual seja, o nacionalismo.

Referências

ARANTES, P. Ressentimento da dialética. São Paulo: Paz e Terra, 1998.

LEFEVRE, L. Un destin, Martin Luther. Paris: PUF, 1928.

LILJE, Hanns. Martin Luther. Bonn: Inter Nationes, 1983.

LAU, F. Lutero. São Leopoldo: Sinodal, 1982.

LUTERO, Martinho. Obras selecionadas. São Leopoldo, Porto Alegre: Sinodal/Concórdia, 1989.

MANN, T. Considération d’un apolitique. Paris: Grasset, 2002.

MARTON, S. Nietzsche – Das forças cósmicas aos valores humanos. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2000.

________. Extravagâncias. Ensaios sobre a filosofia de Nietzsche. São Paulo: Discurso Editoria, Editora da Unijuí, 2000.

NIETZSCHE, F. Werke. Kritische Studienausgabe. Edição Colli e Montinari. Berlim: Walter de Gruyter, 1967-1978.

________. Obras incompletas. Trad. Rubens Rodrigues Torres Filho. São Paulo: Nova Cultural, 1987 (Col. “Os Pensadores”).

________. Humano, demasiado humano. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia das Letras, 2000.

________. Aurora. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia das Letras, 2004.

________. A gaia ciência. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia das Letras, 2001.

NIETZSCHE, F. Além do bem e do mal. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia das Letras, 1992.

________. Genealogia da moral. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia das Letras, 1998.

________. Ecce Homo. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia das Letras, 1995.

ROSENFELD, A. História da literatura e do teatro alemães. São Paulo: Editora da UNICAMP, EDUSP, Perspectiva, 1993.

TROELTSCH, E. Protestantisme e modernité. Trad. Marc Launay. Paris: Gallimard, 1991.

WEBER, M. L’éthique protestante et l’esprit du capitalisme suivi d’autres essais. Trad. Jean-Pierre Grossein. Paris: Gallimard, 2003.

Publicado
2019-03-06
Seção
Artigos Originais