O destino do gênio e o gênio enquanto destino:

o problema do gênio no jovem Nietzsche

  • Eduardo Nasser Doutorando em filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), membro do GIRN (Groupe International de Recherches sur Nietzsche) e do GEN (Grupo de Estudos Nietzsche).
Palavras-chave: Gênio, Metafísica, Finalismo, Cultura

Resumo

O problema do gênio em Nietzsche pode causar, não sem razão, um certo embaraço para o seu leitor. Isso ocorre devido ao inegável descompasso entre a figura do gênio, tal como concebida no período de O nascimento da tragédia, com aquela outra introduzida a partir de Humano, demasiado humano. Propomos, portanto, detectar e explicitar essa diferença, para, em seguida, concentrarmos nossa investigação sobre o problema do gênio nos escritos nietzschianos de juventude. Nosso propósito é mostrar que o gênio, para o jovem Nietzsche, é determinante para as suas posições em torno da metafísica e da cultura.

Referências

ASHRAF, M. e MIANNAY, D. Dictionnaire des expressions idiomatiques françaises. Paris: Libraire Générale Française, 1995.

CASSIRER, E. Filosofia de la Ilustracion. Trad. Eugenio Imaz. Mexico: Fondo de Cultura, 1950.

CRAWFORD, C. The Beginnings of Nietzsche´s Theory of Language. Berlin.New York: Walter de Gruyter, 1988.

HARTMANN, E.. Philosophie de l´inconscient. Trad. D. Nolen. Paris:Lib. Germer Bailliére, 1877.

KOEBER, R. Das philosophische System Eduard von Hartmann´s. Breslau: Wilhelm Koebner, 1884.

LANGBEHN, C. Metaphysik der Erfahrung. Würzburg: Königshausen & Neumann GmbH, 2005.

NIETZSCHE, F. Sämtliche Werke. Kritische Studienausgabe in 15 Bänden. Berlin/New York: Walter de Gruyter, 1999.

_______________ Sämtliche Briefe. Kritische Studienausgabe. Berlin/New York: Walter de Gruyter, 2003.

______________ O nascimento da tragédia. Trad. J. Guinsburg. São Paulo: Comp. das Letras, 2000.

______________ Humano, demasiado humano. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Comp. das Letras, 2000.

______________ Crepúsculo dos ídolos. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Comp. Das Letras, 2006.

______________ Ecce Homo. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Comp. das Letras, 2004.

______________ O anticristo e Ditirambos de Dionísio. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Comp. das Letras, 2007.

SILVA, J.A- O fragmento e a síntese. São Paulo: Perspectiva, 2003.

Publicado
2019-03-06
Como Citar
Nasser, E. (2019). O destino do gênio e o gênio enquanto destino:. Cadernos Nietzsche, (30), 287-301. https://doi.org/10.34024/cadniet.2012.n30.7749
Seção
Artigos Originais