[1]
T. Fortunato, “A POLITIZAÇÃO DO TEMPO HISTÓRICO NA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL”, ALM, nº 27, p. 1–7, abr. 2021.